♥ CITAÇÕES DO DIA ♥

terça-feira, 31 de julho de 2007

•๋● Estou em férias •๋●

Férias é uma palavra que está sempre no plural porque ninguém quer tirar uma só, rssssssssss.

“Todo ser pensante sabe que as férias são um tempo oportuno para descansar fisicamente e também para nutrir o espírito”.
Acordar a qualquer hora, sem ter o que fazer. Comer, dormir, passear... não fazer nada ou fazer tudo. Mas fazer nada é bom, pois se aproveita para reorganizar o relógio biológico, dando uma freada importante no ritmo frenético em que eu estava. E que certamente me conduziria a um hospital a qualquer hora, hehehe.
O principal é matar a saudades dos meus filhos, da minha família e cidade.

Claro que dá um friozinho na barriga devido ao avião, congonhas, afffff... nem quero pensar, fecho os olhos e vou pro abraço!!!

Deixo aqui pessoas que amo também, sentirei falta de algumas em especial e outras não rssss (brincadeirinha).Mas logo estarei de volta.

Quero aproveitar como eu nunca aproveitei.
Recebi uma mensagem hoje que se encaixa direitinho no que estou vivendo hoje, período em férias.



Férias: Saber perder tempo...



“Para tudo há um tempo debaixo dos céus: Tempo para nascer e tempo para morrer, Tempo para procurar e tempo para perder, Tempo para guardar e tempo para deitar fora” (Ecle 3,1. 6). Em tempo de férias é sempre oportuno refletirmos sobre o bem mais precioso da nossa vida: o tempo.

Perguntem ao estudante que reprovou quanto vale um ano!
Perguntem à mãe que teve o bebê prematuro, quanto vale um mês! Perguntem aos namorados que não se viam há muito, o valor de uma hora! Para perceber o valor de um minuto, perguntem ao passageiro que perdeu o avião! Para perceber o valor de um segundo, perguntem a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente!

Assim nos mostra a vida como é precioso cada ano, cada dia, cada hora ou fração de tempo. Será por isso que se diz que “o tempo é dinheiro”? Ou será que o tempo, como a moeda, se vai desvalorizando na nossa vida cronometrada do dia-a-dia? E, no entanto, Deus dá-nos todo o tempo do mundo de graça. Todo o tempo deste mundo: o cronos e o káiros, o tempo medido e o tempo vivido.

Os antigos consideravam que a verdadeira ocupação do homem era o ócio e não os negócios. Os monges tentaram manter vivo este ideal do homem ciente da sua vocação: não fomos criados para trabalhar, mas para louvar o criador; estamos neste mundo não para explorar a terra, mas para cuidar do jardim da criação. Ora et labora foi à fórmula de equilíbrio encontrada pelos mestres espirituais que sempre consideraram o ócio e a contemplação tão importantes como o trabalho.

Na escola, na família e na sociedade preparam-nos para o trabalho, mas não nos preparam para o ócio nem nos ensinam, a saber, “perder tempo”. Não nos faltam meios e propostas para matarmos o tempo, em vez de nos ensinarem à arte de vivê-lo com sabedoria: uns matam o tempo diante do televisor, outros “ocupando os tempos livres” para que nunca estejam livres; outros em atividades radicais, para que nunca cheguem à raiz das coisas e dos problemas… Matamos o tempo para não nos cruzarmos com a morte, e fugimos à morte para não nos encontrarmos com a vida.

Passamos a vida a correr contra o tempo, a lamentarmo-nos que “não temos tempo”, quando afinal o tempo só nos foge porque nós corremos contra ele. Construímos vias rápidas e máquinas velozes para ganhar tempo, mas é o tempo que foge e passa depressa sem nos permitir contemplarmos a paisagem de cada dia e saborear as paragens que a vida nos proporciona. Tornamo-nos escravos do relógio e cada vez sabe menos “a quanta andamos”. Na ilusão de corrermos contra o tempo estamos a correr contra nós, pois não vivendo realmente, acabamos por queimar o tempo e a vida.

Como é difícil valorizar o tempo presente que Deus nos dá, vivendo o ritmo quotidiano da vida. Os mais velhos continuam a sonhar com o passado sempre “muito melhor” (no meu tempo é que era bom!), enquanto os mais jovens vivem obcecados com o futuro. Vamos assim contando os dias e os anos sem vivermos cada momento e cada dia: uns sempre atrasados ou desatualizados, outros tão avançados que parecem viver noutro planeta e fuso horário.

Necessitamos de reaprender a arte do ócio, de dar tempo a nós mesmos, à família, aos amigos. Precisamos perder tempo com coisas “inúteis”: pararmos a admirar o mistério do amanhecer, saborear a brisa da madrugada que nos fala de Deus, escutar a polifonia dos pássaros que cantam sem contrato, ouvir o silêncio das criaturas e decifrar as mensagens das estrelas…

O tempo em férias constitui uma ocasião propícia para acertarmos a vida pelo relógio do sol e pelo ritmo das criaturas. É o tempo em que podemos tapar os ouvidos ao bater das horas, para escutarmos mais as batidas do coração. Longe de ser um tempo para “passar” ou mal gasto, as férias deveriam ser o tempo bem empregue: onde conseguimos arranjar agenda para nós e para os outros; onde redescobrirmos que o dinheiro não é tudo, que as melhores coisas da vida não se compram, pois são grátis, são graça. Longe de ser um tempo de evasão, as férias deveriam ser tempo de encontro, de reflexão, de avaliação; deveriam ser uma ocasião para passarmos do tempo de fazer (ter que fazer), para o tempo de viver, o tempo de experiência da autenticidade e da criatividade; Uma oportunidade para transitarmos das evasivas utopias da máquina do tempo para voltarmos a “ter tempo” e a vivê-lo com magia e fantasia infantil.

Quem dera que pelo menos as nossas férias fossem um tempo da experiência compartilhada com o outro, tempo favorável ao encontro, tempo cheio de significados. Como tão bem observou Marcel Proust: “Uma hora não é uma hora, é um vaso cheio de perfumes, sons, projetos e climas”. Uma vida não é vida se não for assim: cheia de perfumes, sons, projetos e climas. Pois, afinal, a vida não é o tempo e os anos que vamos contando, mas uma história de tempos, lugares e encontros cheios de tudo isso.
Dizia a raposa ao Principezinho, “foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante”. Porque esta continua a ser uma verdade esquecida entre os humanos, é importante que haja quem saiba e ensine a “perder tempo” com o mais importante. E o mais importante continua a ser “criar laços” e “deixar-se cativar”.



Bjs a todos e por hoje é só...

Próxima postagem estarei em Ribeirão, se Deus quiser...Pode deixar, mandarei notícias...Fuiiii...

** OLIMPÍADAS BGN **

Oiii pessoal me desculpe a demora, como eu estou na correria de viagem, fiquei um pouco ausente.
Olha a Olimpíada BGN, foi maravilhosaaa!!!
Relembrando o tempo de jogadora, que delícia, matou um pouco a saudade.
Não estou em plena forma, mas deu para jogar direitinho.
Dancei um pouco também, coisa que mais gosto de fazer, e ainda mais com um pé de valsa, meu amigo "EMILIANO" hehehe.
A diversão foi total.

quinta-feira, 26 de julho de 2007

"CINEMA NO SHOPPING GUARARAPES"

Pessoal, ontem fui à outra cidade assistir "Harry Potter e a Ordem da Fênix", cidade chamada Jaboatão dos Guararapes, claro que aqui em Recife existem vários cinemas, mas caí na conversa dos amigos de trabalho para irmos a esse shopping Guararapes, porque a tela é enorme as cadeiras são confortáveis e tudo mais, gastamos em média 45 minutos de ônibus, rsssss.

Foi muita diversão, não posso entrar em detalhes porque foi muito engraçado, mas deixa pra lá kkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Só digo uma coisinha, quatro mulheres e um homem... Parecíamos refugiados da Somália kkkkkkkkkkkkkk.Mas tudo bem!!! Burguer king e Sweets que nos perdoem...
Vamos ao que interessa.

Em "Harry Potter e a Ordem da Fênix", o bruxo mais famoso do cinema retorna para o quinto ano de estudo em Hogwarts e descobre que a comunidade bruxa está abnegando seu recente encontro com o malígno Senhor Valdemort ou mais conhecido "aquele vc sabe quem", preferindo fechar os olhos para a notícias de que Voldemort teria retornado.
Temendo que o venerável diretor da escola de Hogwarts, Alvo Dumbledore, esteja mentindo sobre o retorno de Voldemort, na tentativa de tomar seu cargo, o Ministro da Magia Cornélio Fudge indica um novo professor para a disciplina de Defesa Contra as Artes das Trevas, de forma que fique este fique vigia em Dumbledore e os alunos de Hogwarts.Mas a indicada, professora Dolores Umbridge, faz com que a disciplina deixe de ser ministrada para os bruxos mais novos que estão despreparados para defenderem-se contra as artes das trevas que ameaça a comunidade bruxa, que junto com seus amigos Rony e Hermione, Harry assume o problema.

Encontrando secretamente um pequeno grupo de estudantes quem denominaram-se "Armada de Dumbledore", Harry os ensina a como se defenderem contra as Artes das Trevas, preparando corajosos jovens bruxos para a batalha que virá a frente.
Na verdade como sou fã eu adoreiiiii, valeu a pena, agora é mais um para minha coleção!!!
Bjssss e com certeza indico esse grande filme!

terça-feira, 24 de julho de 2007

Harry Potter

Olá pessoal, amanhã estarei indo ao cinema.
Imaginem qual o filme????
Harry Potter e a Ordem da Fênix , eu sou fãaaaaa!!!Rsss
Depois conto para vocês, se valeu a pena.
Bjssss


Harry Potter
Harry Potter é o nome da série literária de fantasia criada pela escritora inglesa Joanne Kathleen Rowling.Seis dos sete livros planejados já foram publicados. Eles descrevem um mundo de bruxos, sendo o protagonista o jovem bruxo órfão Harry Potter, deixado ainda bebê na casa de seus tios, após o assassinato de seus pais. O primeiro livro foi lançado em 1997 na Grã-Bretanha e, no ano 2000, ele e suas continuações já eram um estrondoso sucesso. Os quatro primeiros livros deram origem a filmes de grande bilheteria, e o quinto filme começou a ser filmado em fevereiro de 2006, com lançamento previsto para 13 de julho de 2007.Os livros de Harry Potter ganharam uma fama sem paralelo, com vendas mundiais ultrapassando 300 milhões de cópias. [Carece de fontes] São elogiados por encorajarem crianças, e até mesmo adultos, ao hábito da leitura; alcançaram prêmios importantes no mundo todo, e deixaram sua autora milionária.


Os livros são publicados pela Editora Rocco no Brasil e pelo Editorial Presença em Portugal.


O famoso Harry Potter
Biografia


Nome Completo: Harry Tiago Potter

Família: Os seus pais, Tiago Potter e Lílian Evans - ambos mortos -, os seus tios Petúnia e Válter Dursley, o seu primo Duda Dursley e a irmã do tio Válter, tia Guida.

Data de Nascimento: 31 de Julho Idade: 11 anos no 1º livro, e 16 no sexto livro. Só há duvidas quanto a idade no sétimo livro, porque este pode se alongar para além do ano letivo ou ter um epílogo. Olhos: Verdes esmeralda brilhantes (iguais aos de Lilian). Usa óculos redondos.

Cabelo: Preto despenteado (igual ao de Tiago). Estrutura Física: Magro e baixo, branquelo, bastante parecido com Tiago.

Características Incomuns: Cicatriz na testa em forma de raio. Fala a língua das cobras, ou seja, é ofidioglota. Casa: Grifinória.

Disciplinas: Bastante dotado para Defesa contra as Artes das Trevas (deseja tornar-se um Auror), não gosta de Poções (mais se obriga a se dar bem para se tornar Auror), vai bem em Transfiguração, Herbologia, Feitiços e ruim em História da Magia, Astronomia e Adivinhação e vai bem em Trato das Criaturas Mágicas pois é seu amigo Hagrid que dá aulas. Isso tudo se reflete em seus N.O.M.s / N.I.E.N.s

Varinha: Azevinho e pena de fênix, 28 cm, flexível e ágil. Essa Fênix só deu outra pena que está na varinha, do próprio Voldemort. As varinhas de ambos são gêmeas, o que faz com que não funcionem devidamente uma contra a outra.

Por coincidência (ou não), a Fênix da qual foram retiradas as duas penas é Fawkes, pertencente a Alvo Dumbledore e que vai embora da Escola de Magia logo após a morte do dono. Vassoura: Uma Nimbus 2000 (quebrada pelo Salgueiro Lutador, no 3º livro) e uma Firebolt, dada por seu padrinho Sirius Black no terceiro livro, a vassoura mais rápida do mundo. Comunidades em que participa: AD (Armada de Dumbledore).


Como a sua personalidade passa por grandes transformações ao longo dos vários livros, torna-se difícil uma caracterização exata, porém é sempre um garoto bom e corajoso, embora por vezes um pouco tímido. Harry é órfão. Durante o verão vive com os Dursleys, os seus únicos parentes, que o detestam. O tio Válter e a tia Petúnia Dursley fazem-lhe a vida negra, obrigando-o, por muito tempo, a viver na dispensa por baixo das escadas, de onde apenas o tiraram porque começaram a aparecer cartas endereçadas à sua dispensa, que o convidavam a frequentar a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Os Dursleys odeiam feitiçaria, mas não podem ignorar que ela existe, e é por essa razão que detestam o sobrinho. Ignorado pelos seus anfitriões, Harry tende a encarar Hogwarts como a sua verdadeira casa, onde ele tem amigos em quem confiar, especialmente os Weasleys, Hermione Granger, Rúbeo Hagrid e Alvo Dumbledore.É um bruxo com poderes normais, não sendo nem mesmo o melhor da sua turma. Porém possui grande bravura e força interior, e segundo Dumbledore, o poder que o Lord das Trevas despreza e ignora: o poder do amor. A sua vida será marcada pelo ódio que Voldemort nutre por ele e pela sua missão de destruí-lo.Harry James (Tiago, na tradução brasileira) Potter nasceu no dia 31 de Julho de 1980. Os seus pais, Lily Potter (Lílian) e James Potter (Tiago), eram dois feiticeiros de origens diferentes (ele era sangue-puro enquanto que ela era filha de Trouxas). O melhor amigo do seu pai, Sirius Black, foi nomeado seu padrinho. Nessa época, James, Lily e Sirius pertenciam à Ordem da Fênix, um grupo de feiticeiros que lutavam contra Lord Voldemort.


Filmes já lançados


Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)
Harry Potter e a Câmara Secreta (2002)
Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004)
Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005)
Harry Potter e a Ordem de Fênix (2007)

domingo, 22 de julho de 2007

•´¨`•DANÇAR...O ALIMENTO DA ALMA•´¨`•

Costumo dizer que a dança é minha Cura. Um bálsamo para meus males físicos e psíquicos. Quando danço, me transporto para uma outra dimensão, ou – quem sabe – na verdade re-encontro meu “Eu” mais profundo, promovendo um retorno ao meu “Ser” verdadeiro.

O Homem dança desde os primórdios. Ainda pré-histórico, se reunia em círculo, ao redor de fogueiras, para dividir suas experiências do cotidiano, traçar planos para o amanhã, transmitir ensinamentos aos mais jovens, ouvir estórias dos mais velhos, e também para comemorar, cantar, dançar, namorar, e se confraternizar com as tribos vizinhas. E ali se construía a Humanidade.

Hoje vivemos em uma sociedade egóica, onde os valores individuais – muitas vezes discutíveis – se sobrepõem aos da comunidade. No meu entender, a Dança é um dos instrumentos que possibilita reencontrar nossos semelhantes, nos unindo em torno de um objetivo comum. Ela é uma linguagem universal. Você não precisa falar idiomas para imitar um passo, seguir um ritmo.

Quer razões mais concretas para dançar?
Veja bem....
Dançar libera enzimas que te deixam mais feliz, e te dão uma sensação de prazer;
Dançando você conquista autoconfiança; a cada passo aprendido, a cada dificuldade superada, você descobre que “pode”, que é capaz; e transfere esse sentimento para outras áreas de sua vida;

Dançar desinibe, torna você uma pessoa mais sociável;
Dançar modela o corpo, dá eixo, consciência corporal, e – com sorte – até emagrece.
Dançar melhora a concentração e te ajuda a desenvolver e a ordenar melhor suas idéias;
Dançar renova, rejuvenesce, ilumina sua carinha;
Dançar, bem... Acho que você já tem boas razões para começar, então o que está esperando?

Dançar faz bem pra alma, tente você também!
"Hoje fico por aqui e um domingo cheio de paz e dança para vocês"
Bjs e fuiiiiiiiii.

Brasil produz uma nova causa mortis: incompetência


"Até quando, Catilina, patrício romano abusarás de nossa paciência?"

E nós não fazemos nada?
Só nos lamentamos...
Choramos as mortes...
E contamos os corpos????

Segue uma reflexão escrita por Josias de Souza !!!
A maior causa de mortalidade no setor aéreo brasileiro é um mal implacável chamado incompetência. A julgar pelo desnorteio do governo, trata-se de moléstia endêmica e incurável. Em menos de dez meses, já levou à cova pelo menos 342 cadáveres –154 do Boeing da Gol e 188 do Airbus da TAM, 12 em solo.
A menos que um milagre conduza à vacina, ninguém pode assegurar que o monturo de corpos não aumente. Noves fora a mortandade, o caos aéreo já produziu sindicâncias, auditorias, inquéritos, processos, duas CPIs, uma infinidade de discursos e um par de tragédias –a segunda mais funesta do que a primeira. Só não deu à luz uma solução.
E o país vai se habituando a um fenômeno hediondo: a lamentação depois do fato. Tome-se, porque é mais recente, o exemplo do descalabro de Congonhas. A pista onde se realizam os pousos e as decolagens mede exíguos 1.900 metros. Desde a década de 80, pilotos e especialistas se queixam das deficiências desse naco de concreto. O que fez o governo? Na última década, torrou algo como R$ 530 milhões no embelezamento interno do terminal de passageiros. Por que?
Ora, para atender aos interesses de empreiteiras ávidas por obras, de gestores vorazes por comissões e de presidentes sequiosos por inaugurações. Privilegiaram-se o mármore e as lojinhas em detrimento da segurança. Premido pelas circunstâncias, o governo, sob Lula, reformou, a toque de caixa, a pista. Liberou-a para o uso, no final de junho, sem as ranhuras que permitem a drenagem das águas enviadas por São Pedro. Confrontada com 188 vítimas novinhas em folha, Brasília difunde uma “informação” que antecede a realização das perícias técnicas.
Diz-se que a nova mortandade de passageiros (176) e de funcionários do prédio em que o avião da TAM fez a sua aterrissagem improvável (12) nada tem a ver com as condições da pista do aeroporto. Pode ser. Mas a hipótese não passa, por ora, de uma aposta de gestores públicos submetidos a novos e constrangedores apuros. Afora a descoberta de controladores de vôo em absoluto descontrole, o caos aéreo é temperado com generosas pitadas de corrupção. São mutretas conhecidas do governo. Foram esquadrinhadas pelo TCU, pela Controladoria da União e pelo Ministério Público. Nas diferentes esferas de investigação, encontram-se encalacrados algo como seis dezenas de funcionários públicos. Entre eles um petista que Lula acomodou na presidência da Infraero e uma penca de funcionários graduados da estatal que “administra” os aeroportos brasileiros.
A lista inclui uma senhora que coleciona decisões temerárias desde a gestão FHC. Trabalhava em São Paulo. Sob Lula, foi promovida. E passou a praticar malfeitorias desde Brasília. Some-se a tudo isso um estrondoso crescimento do mercado de aviação civil. Numa previsão conservadora, estima-se que o mercado cresce no Brasil à proporção de 12% ao ano. Não há coisa parecida no mundo. Numa China de PIBs vitaminados, o setor aéreo experimenta crescimento anual de algo como 10%. Com uma diferença: nesta terra de palmeiras e sabiás, a falta de investimentos, a descoordenação e a ausência de planejamento tonificam as dores do crescimento. Tudo considerado, a aviação brasileira vai ganhando as feições de uma usina de potenciais constrangimentos e de cadáveres.
No acidente da Gol, os corpos foram mergulhados na selva de Mato Grosso. No desastre da TAM, foram carbonizados no interior de uma aeronave convertida em algo semelhante a uma lata de sardinha em chamas. Até quando?

quinta-feira, 19 de julho de 2007

Preocupado Por Quê ?

Genteeeee, recebi esse texto agora e repasso para vcs!!!
Justamente o que eu disse na publicação anterior, isso foi apenas para confirmar, que DEUS está sempre dizendo através de outras pessoas.
Bjssss


Por Rick Warren

Dois homens de negócios conversavam sobre incertezas do clima econômico atual. Um deles, João, disse: "Estou prestes a perder meu emprego e nossa casa está hipotecada, mas não me preocupo com isso." Seu amigo Roberto, perguntou: "Como você pode não estar preocupado com isso?"João respondeu: "Eu contratei um 'preocupado profissional'. Ele é quem se preocupa no meu lugar. É por isso que eu não preciso me preocupar!" "Quanto você paga pelo serviço?", indagou Roberto. Resposta de João: "US$ 50 mil por ano." Roberto engasgou: "Tudo isso? E onde você vai arrumartanto dinheiro para pagá-lo?" João: "Eu não sei. Preocupar-se é tarefa dele!" Preocupar-se é algo que aprendemos a fazer. Não existe o "preocupado de nascença". Preocupação é uma resposta que damos às circunstâncias da vida.

Aprendemos a nos preocupar a partir de duas fontes:

1. Através da experiência. Após anos de enganos, fracassos, esperanças e expectativas frustradas, aprendemos que as coisas nem sempre acabam do jeito que esperamos ou queremos. Através destas experiências adquirimos o hábito dapreocupação.

2. Através de exemplos. Existem muitos exemplos à nossa volta. Estudos mostram que as crianças geralmente captam as preocupações dos pais. Pais ansiosos e medrosos criam crianças medrosas e ansiosas.

A boa notícia é que, uma vez que a preocupação é resposta aprendida, ela pode ser desaprendida!

O ponto de partida para vencer a preocupação é ter consciência de uma verdade universal básica: ela (a preocupação) é inútil - não extraímos nenhum benefício da preocupação!

Preocupação é "deixar-se cozinhar em fogo lento".
Preocupação jamais mudou coisa alguma. Ela não pode mudar o passado, nem controlar o futuro.

Somente faz que nos sintamos miseráveis hoje.
Preocupação jamais resolveu um problema, nunca pagou uma fatura, nem curou uma enfermidade.Ela somente paralisa-nos, inibindo nossa habilidade de dar os passos necessários, impedindo-nos de remediar a situação.
Preocupar-se é como o motor de um carro em ponto morto -não leva a lugar nenhum e só consome combustível.

Provérbios 12.25 afirma: "O coração ansioso deprime o homem". Além de tudo, preocupação exagera o problema, jogando com a imaginação.
Você já notou que quando nos preocupamos com um problema ele parece se tornar maior e mais difícil de resolver?

A cada vez que você o repete em sua mente, tende a acrescentar-lhe detalhes e aumentar sua intensidade, ampliando a situação, deforma a que nos sentimos cada vez pior. Qual a solução? Em lugar de preocupar-se, fale com Deus sobre o que está inquietando você.

Ele é Alguém - talvez o Único - que pode fazer algo arespeito. "Não se preocupe com coisa alguma. Antes, ore a respeito de todas as coisas; diga a Deus qual é a sua necessidade e não se esqueça de dar-Lhe graças por Suas respostas.

Se assim o fizer, irá experimentar a paz de Deus, que é muito mais maravilhosa do que tudo o que a mente humana pode compreender" (Filipenses 4.6-7). "Não mude sua natureza.

Se alguém te faz algum mal, apenas tome precauções.
Alguns perseguem a felicidade, outros a criam.
Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação.

Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você.

E o que os outros pensam, é problema deles."

REFLEXÕES DO COTIDIANO


Olá , ontem devido forças maiores não publiquei nenhum artigo ou mensagem no meu blog.

Eu e amigos de trabalho nos reunimos para tentar solucionar alguns problemas do cotidiano.

Uma das coisas que mais nos incomoda no nosso dia-a-dia são as preocupações.

Conseguimos colocá-las quase em todos os assuntos que permeiam o nosso cotidiano.


Viver sem elas tiraria de nossas costas um grande peso que na verdade só serve para nos causar um grande stress e consequentemente uma perda de qualidade de vida.

Mas porque nos preocupamos tanto? Na verdade, se pararmos um pouco para pensar, preocupação não serve para muita coisa no presente em que se vive, porque é um pré alguma coisa, algo que na realidade ainda não aconteceu.

A gente se pré – ocupa , isto é, se ocupa de alguma coisa inexistente no presente, portanto, sem utilidade prática. Isto pode parecer simples demais, mas se refletirmos um pouco chegaremos sem grandes dificuldades à conclusão de que tantas coisas com as quais nos preocupamos jamais ocorrem, causando um grande desgaste de uma energia preciosa que poderíamos ter poupado. Além do mais, muitos fatos que nos desagradam acontecem independente das nossas preocupações, confirmando que não temos controle de algumas situações que imaginamos ter.

O importante é o bom senso, a confiança e a consciência dos recursos que temos naquele momento para enfrentar os desafios do nosso dia-a-dia.

Não é fácil, mas vale a pena tentar...
Bjs para vocês e fico por aqui, fuiiii...

terça-feira, 17 de julho de 2007

Você acredita em vitória sem luta?


Tenho um texto magnífico que fala sobre vitória sem luta.
O autor:

Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra com pós-graduação em Gestão de Negócios (MBA - USP), é um profundo conhecedor da alma humana. Sou fã de carteirinha desse renomado palestrante .Sua capacidade de entender a realidade e as necessidades dos indivíduos o faz uma referência em temas como felicidade e sucesso.
Aluno do doutorado em Administração pela Universidade de São Paulo (USP), sua formação é bastante ampla. Realizou cursos de especialização nos EUA, na Europa e no Japão. Também participou dos congressos de desenvolvimento e treinamento mais importantes no mundo, palestrando inclusive no Congresso ASTD - American Society for Training & Development, nos EUA.


A seguir o artigo.


Você acredita em vitória sem luta?

Todo mundo quer ganhar medalha, mas poucos querem treinar o suficiente para realizar suas metas
Você fez um MBA em Harvard, contratou a melhor consultoria para fazer o seu plano de negócios, escolheu um ótimo ponto para a sua loja, tem os melhores produtos do mercado. E pensa que o sucesso é inevitável. Você acha que as coisas vão acontecer sem que tenha de se dedicar dezesseis horas por dia, sete dias por semana, no começo do negócio.
Pura ilusão! Alguém vai ter de dar o sangue para o projeto decolar. Um novo projeto é como um foguete. Para que ele entre em órbita, no começo é necessário utilizar a potência máxima a fim de atingir a maior velocidade possível, para que depois ele possa avançar de forma mais constante e segura.
Quer mais um exemplo? Sua esposa está com dificuldade de atingir o orgasmo. Vocês conversam sobre o assunto e ela decide fazer terapia. Parece que tudo se resolverá num passe de mágica. Triste ilusão. Depois de algum tempo, ela diz que se apaixonou por outro homem, que a terapia a ajudou a perceber que você não era realmente o homem da vida dela. Problemas sexuais são sempre problemas do casal e têm de ser resolvidos com a participação dos dois, com a luta e a dedicação dos dois.
Quantos projetos maravilhosos fracassaram porque as pessoas não foram para a frente de batalha! São administradores que trabalham com base em relatórios e não vão ver o que está acontecendo com seus clientes, quais são suas necessidades, suas expectativas, seus anseios. Um belo dia, esses administradores fazem a dramática constatação de que a falência está próxima. E, a essa altura dos acontecimentos, não há muito mais o que fazer.
Outro exemplo. Seu filho está com problemas escolares. Você conversa com a orientadora educacional da escola, contrata a melhor psicopedagoga da cidade e relaxa, pensando que tudo está resolvido.
Uma vez por mês, você pergunta: “Filho, como estão os estudos?” E ele responde: “Tudo bem. Tudo sob controle”. E os dois mudam de assunto rapidamente. Quando vem a reprovação, a tendência é que você jogue a culpa no filho, que lhe “escondeu o que estava acontecendo”, ou brigue com a professora da escola que “perseguiu” o seu filho.
Nada disso vai adiantar. Esse era um assunto que você deveria ter acompanhado de perto, indo todo mês conversar com a orientadora educacional da escola, seguindo o trabalho da psicopedagoga, olhando os cadernos do seu garoto, conversando com ele sobre as matérias. Dá trabalho? Requer tempo? Não existe outra forma de ser feito. Não tenha a ilusão de que as coisas vão se resolver sem o seu comprometimento!
Um problema pode ser um aviso de que chegou a hora de você se comprometer com seus objetivos, de verdade, com dedicação e doses maciças de ação. Como disse Mark Spitz, o atleta que mais ganhou medalhas em uma única olimpíada: “Todo mundo quer ganhar medalha, mas poucos querem treinar o suficiente para realizar suas metas”.




Por Roberto Shinyashiki





E por hoje é só, uma quarta -feira de muita paz e amor para todos vcs!
Bjs.
Fuiiiiiiiiiiiiiii






A OUSADIA

Esse texto a seguir é de uma pessoa que merece todo o nosso carinho, respeito e admiração.
Saudades...

A OUSADIA

"Existem, durante a nossa vida,

Sempre dois caminhos a seguir:

Aquele que todo mundo segue,

E aquele que a nossa imaginação nos leva a seguir. O primeiro pode ser o mais seguro,O mais confiável,
O menos crítico,
O que você encontrará mais amigos...Mas, você será apenas mais um a caminhar.
O segundo, com certeza vai ser mais difícil,
Mais solitário,
O que você terá maiores críticas ...Mas também, o mais criativo,
O mais original possível.
Não importa o que você seja,
Quem você seja, ou que deseja na vida,
A OUSADIA em ser diferente Reflete na sua personalidade,
No seu caráter,naquilo que você é.
E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia".
(AIRTON SENNA)

segunda-feira, 16 de julho de 2007

Eu odeio segunda-feira!


Você também?
Então você tem algo de semelhante com um dos gatos mais famosos do mundo e, com certeza, o com mais personalidade, o Garfield!
Quem não conhece o gato cor de laranja que adora lasanha e odeia segunda-feira? Isso mesmo, você acertou. Estamos falando do mais querido e resmungão gato do planeta, o Garfield. Espertalhão, dorminhoco, amante de lasanha, viciado em café, “segundofóbico” e muito, muito querido, o Garfield é o astro de histórias engraçadas que fazem sucesso no mundo inteiro.
Particularmente eu adoro esse gato, e qualquer semelhança é mera coincidência rsssssss.Tenho muitas qualidades como esse magnífico gato.

Vocês não acham as Segundas-feiras “pesadas”?

... Nada pode parar o tempo e depois de Domingo, lá vem a Segunda-feira!
Por que será que custa tanto levantar?
Bem... Já passou! Bem devagarinho... mas já se foi...Rsssss

Saiba um pouco mais sobre a segunda feira:
A segunda-feira é o segundo dia da semana, seguindo o domingo e precedendo a terça-feira.
Nas religiões pagãs antigas o dia era dedicado a Lua, por isto até hoje o dia é chamado de Lunes em espanhol, de Monday (corruptela de "moon day", dia da lua) em inglês, e Montag em alemão. Na cultura popular, é considerado o dia mais "chato" da semana pois é o primeiro dia de trabalho após o fim de semana.

Fico por aqui e até amanhã pessoal...
Bjs.
Fuiiiii

Como começaram os Jogos Pan-Americanos???



Nas Olimpíadas de 32, em Los Angeles, EUA, inspirados pela realização dos primeiros Jogos Centro-Americanos, alguns representantes de países latino-americanos no Comitê Olímpico Internacional (COI) propuseram a criação de uma competição entre todos os países das Américas, com o intuito de desenvolver o esporte na região.
Esse espírito acabou dando origem ao I Congresso Esportivo Pan-americano, em Buenos Aires, 1940. A princípio, foi definido que os primeiros Jogos seriam realizados em 1942, na própria capital argentina, o que acabou não acontecendo devido à II Guerra Mundial. Com o fim do conflito, um segundo Congresso, agora em Londres, durante as Olimpíadas de 1948, confirmou Buenos Aires como a primeira sede dos Jogos Pan-Americanos, que se realizariam, por fim, no ano de 1951.
A abertura do evento foi no dia 25 de fevereiro e teve a presença de 2.513 atletas de 21 países, com 18 esportes em disputa.Os Jogos Panamericanos foram crescendo de tamanho e importância a cada edição. Menos de cinqüenta anos depois, o evento dobrou os países participantes, atletas e modalidades, tornando-se uma das principais competições do calendário esportivo mundial.

A escolha da cidade do Rio de Janeiro para a realização dos Jogos Pan-Americanos 2007 aconteceu no dia 24 de agosto de 2002 na Cidade do México. A adversária do Rio de Janeiro foi San Antonio, cidade americana do estado do Texas, a qual ofereceu uma forte estrutura para receber os Jogos Pan-Americanos. A edição dos Jogos Pan-Americanos na cidade do Rio de Janeiro acontecerá de 13 a 29 de Julho.Para os jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro 2007, que serão realizados entre 13 a 29 de Julho com participação de 42 países das Américas, foi feito investimento financeiro pesado em obras de infra-estrutura, serviços, reforma e construção de estádios. Dentre as novas instalações esportivas, destaca-se o Estádio Olímpico João Havelange, popularmente conhecido como Engenhão, com capacidade para 45 mil espectadores, que será palco de competições de atletismo. O Pan do Rio 2007 reunirá as seguintes modalidades: atletismo, badminton, basquetebol, beisebol, boliche, boxe, canoagem, ciclismo, esgrima, esqui aquático, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, ginástica trampolim, handebol, hipismo, hóquei sobre grama, judô, karatê, levantamento de peso, lutas, nado sincronizado, natação, patinação artística, patinação velocidade, pentatlo moderno, pólo aquático, remo, saltos ornamentais, softbol, squash, taekwondo, tênis, tênis de mesa, tiro com arco, tiro esportivo, triatlo, vela, vôlei de praia, voleibol.
Os benefícios da prática esportiva não são poucos. "Pratique Esporte, Conquiste Saúde" A prática de esportes é uma boa saída para quem sofre de depressão. Modalidades de esporte a dois podem render ótimos resultados. Primeiro, porque a companhia de um amigo pode ser um ótimo estímulo; segundo, porque a prática de esportes trás bons estímulos físicos e psicológicos.Se você ainda não pratica nenhum esporte, tenha esse Pan Americano como incentivo a uma saúde melhor.Pratique você também!!!
Bjs...

domingo, 15 de julho de 2007

Olá pessoal, estou me dedicando totalmente a esse blog.

Criado hoje, dia 15 de julho de 2007.

Um belo domingo cinzento em Recife, nem parece aquele paraíso quando existe sol, muita chuva e acreditem se quiserem, até surgiu um friozinho.

Essa dedicação é até mesmo para diminuir a distância das pessoas que amo, amenizar a saudade dos meus filhos, família e da minha cidade Ribeirão Preto-SP
Espero que gostem desse singelo diário rssss.
Bjs para vcs e fiquem com Deus


Todas as pessoas que passam pelas nossas vidas deixam as suas marcas num ir e vir infinito.
As que permanecem … é porque simplesmente doaram seus corações para entrarem sintonia com a nossas almas.
As que se vão …nos deixam um grande aprendizado…Não importa que tipo de atitude tiveram, mas com elas aprendemos muito..
Com as vaidosos e orgulhosas aprendemos que devemos ser humildes…Com as carinhosas e atenciosas aprendemos a ter gratidão…Com as duras de coração aprendemos a dar o perdão…
Com as pessoas que passam pelas nossas vidas aprendemos também a Amar e de várias formas…com amizade com dedicação com carinho com atenção com atração com paixão ou com desejo …
Mas nunca ninguém nos ensinou e nunca aprenderemos como reagir diante da “SAUDADE”que algumas pessoas deixaram em nós, mesmo aquelas que se foram ou aquelas que estão distantes...


Amo vocês João e Carol.
Márcia (mãe) e Moacir (pai).
Minha vó Matilde e minha irmã Renata e meu cunhado Hernane.
Estaremos mais próximos agora hehehe.
E por hoje é só....

Fuiiiii

PONTO DE VISTA


Recebi essa mensagem
M A R A V I L H O S A!!!
(sem os devidos créditos)

À primeira vista, esta foto parece banal. O que tem demais um monte de camelos (dromedários?)atravessando o deserto? É uma cena, mesmo para nós que não vemos camelos todos os dias, relativamente comum, já que a televisão, as revistas e a mídia de uma maneira geral nos trazem muita informação todo o tempo.Entretanto, quando paramos mais detidamente a olhar a foto, percebemos algo um pouco fora do comum. Nós estamos vendo camelos de uma posição que normalmente não vemos: do alto, de algum objeto voador. Como existe aquela eterna pergunta, "quem tem apenas uma corcunda, o camelo ou o dromedário?", é muito comum que os vejamos de lado para que possamos identificá-los. Por falar nisso, quem sabe qual dos dois tem uma só corcunda? Parafraseando os Titãs em sua música "O Camelo e o Dromedário", aquele que acertar essa resposta não tardará a ganhar três corcundas em suas costas... :)Bom, mas voltando à fotografia, estamos vendo os camelos (ou serão dromedários?) de cima, mas os identificamos muito bem não por estarmos vendo distintamente os camelos, mas sim por vermos as suas sombras. Questão de ponto de vista...Isso me faz lembrar que muitas vezes nas nossas vidas conseguimos identificar determinadas situações não pela situação em si, mas pelas marcas, sombras, rastros, que elas deixam. E, quando temos um ponto de vista privilegiado, sob qualquer aspecto que seja, nossa visão é um pouco mais ampla que os que não estão vendo a situação sob o nosso ângulo.Certo dia um Sábio apartou uma discussão entre dois discípulos. Colocou-os frente a frente e estirou o próprio braço entre eles com o punho fechado. Dentro da sua mão, havia uma bola que saía pelas laterais da mão, mostrando assim a sua cor. Então o Sábio pergunta a um dos alunos qual a cor da bola. Um deles responde: - Preta. Então ele se vira para o outro e pergunta o mesmo, ao que o outro responde: - Branca. Os discípulos já iam recomeçar a discutir novamente quando o mestre abriu a mão e mostrou que bola ela meio branca, meio preta.Um dos grandes problemas da humanidade em geral chama-se comunicação. Infelizmente ainda não aprendemos a nos comunicar direito. Deixamos as coisas subentendidas e não explicamos e quando falamos, muitas vezes achamos que quando eu falo, por exemplo, "ontem eu vi uma manga", eu não posso assumir que todos os que me ouvem ou que me lêem irão pensar a mesma coisa que eu quero dizer. Para que eles saibam do que eu estou falando eu preciso especificar, ser claro, ser objetivo e ser preciso.Sei muito bem o quanto é difícil explicar as coisas mais de uma vez, entretanto, deixar as coisas ficarem no escuro dá margens imensas a interpretações que podem girar de excelentes a infamantes.Todos temos o direito de termos pontos de vista e é isso que nos faz crescer e progredir como humanidade, já que a discordância, quando bem posicionada e argumentada gera a mais estudos e a mais conhecimento, o que gera mais progresso e crescimento, num ciclo sem fim. Entretanto, termos o direito de termos pontos de vista diferente, não significa que devemos ignorar o ponto de vista do outro sem uma análise mais aprofundada para saber se o ponto de vista do outro é mais completo ou se também tem lógica.Um exemplo disso poderia ser, por exemplo, uma pessoa que só olhasse o camelo (dromedário) de frente enquanto o outro tivesse uma visão lateral além da visão frontal do bicho. O que só vê o animal pela frente, pode apontar certas características que a outra pessoa também vê, entretanto o que vê pela lateral poderá prover uma descrição maior do bicho do que o que só vê por um lado. E, muitas vezes a pessoa que só vê o animal pela frente quer teimar com o que vê por mais ângulos diferentes, que vê tantos detalhes quanto ela.Precisamos aprender que essa imagem, apesar de simples, é o que infelizmente acontece na maioria de nossas discussões. Nós nos fechamos em nossas crenças e em nossos pontos de vista e nem sequer nos dignamos de parar alguns minutos para realmente ouvir o que o outro tem a dizer. E, se não paramos nem para ouvir, fico imaginando quantos de nós para realmente analisar o que o outro está dizendo...Bom, esse é o meu ponto de vista... E agora me peguei pensando: "Será que felizes são os camelos e os dromedários que não têm que ficar se perguntando essas coisas? Será que quando um camelo olha para outro camelo e vê que o outro tem uma só corcunda ele sabe que tem uma só corcunda também?" Elocubrações filosóficas demais para uma mente não cameliana... Fiquei com sede...


Um beijo no oásis da alma de cada um.

Olha a Hora!!!

relojes web gratis