♥ CITAÇÕES DO DIA ♥

quinta-feira, 29 de julho de 2010

CONVERSA COM O AMOR

Recebi de uma pessoa maravilhosa, e nesta mensagem abaixo posso reviver a palavra chamada Amor...
Repasso para vcs!


Hoje eu encontrei com o amor

Estivemos conversando por longas horas...
Perguntei pra ele qual o significado do seu nome
Ele disse:
Não tenho definição se quer saber o quem eu sou
AME


Pois só quem ama sabe quais são as minhas
Sensações, mas mesmo assim não saberá me descrever.
Perguntei o motivo da sua existência
Calmamente ele respondeu:
Para tornar as pessoas e o mundo mais belos,
Unir os corações e fazer com que as pessoas tenham um


Motivo para viverem...
Perguntei também de onde ele veio
Ele falou que veio de Deus, dos Anjos, das estrelas, da lua, do mar, do oceano, da chuva, dos rios, do vento, do furacão,
Das montanhas, dos vales, da rosa, do lírio,
Do frio, do calor, da primavera, do outono,
Do inverno, do verão,
Da lágrima, da dor, do sorriso e daquilo que não se define e não tem fim.


Questionei por que às vezes as pessoas sofrem por amor
Triste Ele me disse que muitas pessoas não sabem amar
Não tem confiança, brincam com os sentimentos


E não sabem lidar com ele. Disse-me também que a sua essência é a confiança mútua, que um grande amor pra acontecer só depende de nos, mas devemos ter paciência e sabedoria para lidarmos com ele, pois o amor é algo inexplicável que não se entende: se vive.


Não se compra, porque ele está dentro de nos, dos corações.
É preciso fazer uma viagem ao nosso interior para que se encontre com ele.
Nessa conversa com o amor aprendi que é preciso amar para depois ser amado... é preciso sofrer para não magoar as pessoas. O amor não é


Fácil de ser vivido, nas se você quiser terá um verdadeiro amor...
O amor me pediu para dizer pra quantas pessoas eu pudesse que amar é viver ,é sorrir e sonhar, por isso ame, ame sem medo de sofrer. Ame sem medo de ser feliz!!!


Pois na vida tudo passa... principalmente o tempo...e um dia você poderá olhar para trás e chorar por não ter tido um grande amor, não ter lutado ou feito uma loucura por alguém, ou sorrirá de felicidade por ter um grande e eterno amor
Mesmo que não esteja mais do teu lado, mas que um dia te fez feliz e você também o tenha feito.


Autor desconhecido



terça-feira, 27 de julho de 2010

O caso Jean Charles



No dia 22 de julho de 2005, um dia após os atentados terroristas contra metrôs e ônibus de Londres, um jovem de 27 anos foi morto por engano com sete tiros na cabeça, dentro da estação Stockwell, no metrô londrino.
Confundido com um homem-bomba árabe, a então renomada Scotland Yard, responsável pela ação, disse que o jovem recusou-se a obedecer às ordens de parar dadas por policiais à paisana.


Descobertas posteriores revelaram que houve impedimento das investigações por parte da instituição, considerada uma das melhores do mundo. Estava instaurada uma sequência de boatos, falsas verdades e conflitos de informações referentes à morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, que morava no país há três anos.


Alex Pereira, primo de Menezes que morava com ele, afirmou que o rapaz foi baleado pelas costas.
Segundo a Agência Brasil, o Ministério das Relações Exteriores publicou uma nota oficial na qual afirma que o governo brasileiro ficou "chocado e perplexo" ao tomar conhecimento da morte do brasileiro, "aparentemente vítima de lamentável erro".


Em nota oficial, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que "o Brasil sempre condenou todas as formas de terrorismo e mostrou-se disposto a contribuir para a erradicação desse flagelo dentro das normas internacionais", e que aguarda explicações das autoridades britânicas sobre as circunstâncias da morte de Jean Charles.

Em 16 de novembro, o jornal Daily Telegraph publicou uma reportagem acusando a polícia britânica de utilizar munição de ponta oca, conhecida como dundum, para matar Jean Charles. O armamento foi proibido pela Convenção da Haia de 1899, por motivos humanitários (o projétil se expande e se estilhaça dentro do corpo do indivíduo atingido, provocando dores lancinantes, o que normalmente não acontece com uma bala comum).


Em 7 de janeiro de 2010, data do 32º aniversário de nascimento de Jean Charles, um memorial dedicado a ele foi inaugurado na estação do metrô de Stockwell. O memorial, criado por dois artistas locais, foi instalado na entrada da estação onde já havia um altar improvisado com flores, velas, fotografias, mensagens e recortes de notícias sobre o caso.
Família de Jean Charles protesta contra honraria dada a ex-chefe de polícia britânico


Ian Blair foi nomeado para Câmara dos Lordes; prima de brasileiro morto em Londres afirma que está 'enojada'.
A família de Jean Charles de Menezes, morto em Londres pela polícia em 2005 depois de ser confundido com um terrorista, criticou a nomeação de Ian Blair, ex-chefe da polícia britânica à época da morte, para a Câmara dos Lordes.


A prima de Jean Charles, Vivian Figueiredo, que morava com Jean Charles na época de sua morte, declarou que a família está "enojada com a decisão".
"Como comissário (da polícia), acreditamos que Ian Blair é responsável pela morte de Jean, pelas mentiras que foram ditas e pelo acobertamento. Ele até mesmo tentou parar a investigação do IPCC (Comissão Independente de Queixas contra a Polícia) sobre a morte de nosso primo."
"Este é o último tapa na cara de nossa família", acrescentou Figueiredo.
O eletricista de 27 anos foi morto a tiros dentro de um vagão do metrô de Londres em 22 de julho de 2005.


Jean Charles levou sete tiros na cabeça após ser confundido pela polícia com um suposto terrorista que havia participado de um ataque frustrado à rede de transportes da capital britânica no dia anterior.
A morte dele desencadeou uma série de inquéritos que investigou as táticas da polícia, a supervisão dos policiais e decisões individuais tomadas no dia de sua morte.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

26 DE JULHO DIA DOS AVÓS

Oi pessoal, hoje é o dia dos avós.
Que saudades da minha avó amada, quanta falta ela me faz!
Estou fazendo um vídeo, depois colocarei aqui no blog.
Bjs

Comemora-se o Dia dos Avós em 26 de julho, e esse dia foi escolhido para a comemoração porque é o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.



Século I A.C. - Conta a história que Ana e seu marido, Joaquim, viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo que o Senhor lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo do Senhor apareceu e comunicou que Ana estava grávida, e eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria. Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos. Devido a sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. Maria cresceu conhecendo e amando a Deus e foi por Ele a escolhida para ser Mãe de Seu Filho. São Joaquim e Santa Ana são os padroeiros dos avós.


O Dia dos Avós gera polêmica por conta das críticas dos que só vêem o lado comercial da comemoração.
Mas o papel dos avós na família vai muito além dos mimos dados aos netos, e muitas vezes eles são o suporte afetivo e financeiro de pais e filhos. Por isso, se diz que os avós são pais duas vezes.
As avós são também chamadas de "segunda mãe", e muitas vezes estão ao lado e mesmo à frente da educação de seus netos, com sua sabedoria, experiência e com certeza um sentimento maravilhoso de estar vivenciando os frutos de seu fruto, ou seja, a continuidade das gerações.


Celebrar o Dia dos Avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.
Aproveite esta data para mandar uma mensagem de carinho aos queridos vovô e vovó e dizer o quanto você lembra deles.




Pesquisa em diversos sites

sábado, 24 de julho de 2010

HISTÓRIA DO POVO CIGANO

O grande lema do Povo Cigano é: " O céu é meu teto; a terra é minha patria e a liberdade é minha religião", traduzindo um espírito essencialmente nômade e livre dos condicionamentos das pessoas normais geralmente cercadas pelos sistemas aos quais estão subjugadas.




CURIOSIDADES
A família é sagrada para os ciganos. Os filhos normalmente representam uma forte fonte de subsistência. As mulheres através da prática de esmolar e da leitura de mãos. Os homens, atingida uma certa idade, são freqüentemente iniciados em outras atividades como acompanhar o pai às feiras para ajudá-lo na venda de produtos artesanais.Além do núcleo familiar, a família extensa, que compreende os parentes com os quais sempre são mantidas relações de convivência no mesmo grupo, comunhão de interesses e de negócios, possuem freqüentes contatos, mesmo se as famílias vivem em lugares diferentes.
Os ciganos não representam um povo compacto e homogêneo, mesmo pertencendo a uma única etnia, existe a hipótese de que a migração desde a Índia tenha sido fracionada no tempo, e que desde
a origem fossem divididos em grupos e subgrupos, falando dialetos diferentes.
As diferenças no tipo de vida, a forte vocação ao nomadismo de alguns, contra a tendência à sedentarização de outros gera uma série de contrastes que não se limitam a uma simples incapacidade de conviver pacificamente.Em linhas gerais, os Sintos são menos conservadores e tendem a esquecer com maior rapidez a cultura dos pais. Talvez este fato não seja recente, mas de qualquer modo é atribuído às condições socioculturais nas quais por longo tempo viveram.


Quanto aos Rom de imigração mais recente, se nota ao invés uma maior tendência à conservação das tradições, da língua e dos costumes próprios dos diversos subgrupos. Sua origem desde países essencialmente agrícolas e ainda industrialmente atrasados (leste europeu) favoreceu certamente a conservação de modos de vida mais consoantes à sua origem.
Não é possível, também em razão da variedade constituída pela presença conjunta de vários grupos, fornecer uma explicação detalhada das diversas tradições. Alguns aspectos principais, ligados aos momentos mais importantes da existência, merecem ser descritos, ao menos em linhas gerais.
Antigamente era muito respeitado o período da gravidez e o tempo sucessivo ao nascimento do herdeiro; havia o conceito da impureza coligada ao nascimento, com várias proibições para a parturiente. Hoje a situação não é mais tão rígida; o aleitamento dura muito tempo, às vezes se prolongando por alguns anos.
No casamento tende-se a escolher o cônjuge dentro do próprio grupo ou subgrupo, com notáveis vantagens econômicas. Um cigano pode casar-se com uma gadjí, isto é, uma mulher não cigana, a qual deverá porém submeter-se às regras e às tradições ciganas. A importância do dote é fundamental especialmente para os Rom; no grupo dos Sintos se tende a realizar o casamento através da fuga e conseqüente regularização. Aos filhos é dada uma grande liberdade, mesmo porque logo deverão contribuir com o sustento da família e com o cuidado dos menores.


No que se refere à morte, o luto pelo desaparecimento de um companheiro dura em geral muito tempo. Junto aos Sintos parece prevalecer o costume de queimar-se a kampína (o trailer) e os objetos pertencentes ao defunto. Entre os ritos fúnebres praticados pelos Rom está a pomána, banquete fúnebre no qual se celebra o aniversário da morte de uma pessoa. A abundância do alimento e das bebidas exprimem o desejo de paz e felicidade para o defunto.

NASCIMENTO

Uma criança sempre é bem vinda entre os ciganos. É claro que sua preferência é para os filhos homens, para dar continuidade ao nome da família. A mulher cigana é considerada impura durante os quarenta dias de resguardo após o parto. Logo que uma criança nasce, uma pessoa mais velha, ou da família, prepara um pão feito em casa, semelhante a uma hóstia e um vinho para oferecer ás três fadas do destino, que visitarão a criança no terceiro dia, para designar sua sorte. Esse pão e vinho será repartido no dia seguinte com todos as pessoas presentes, principalmente com as crianças.
Da mesma forma e com a finalidade de espantar os maus espíritos, a criança recebe um patuá assinalado com uma cruz bordada ou desenhada contendo incenso. O batismo pode ser feito por qualquer pessoa do grupo e consiste em dar o nome e benzer a criança com água, sal e um galho verde. O batismo na igreja não é obrigatório, embora a maioria opte pelo batismo católico.


CASAMENTO
Desde pequenas, as meninas ciganas costumam ser prometidas em casamento. Os acertos normalmente são feitos pelos pais dos noivos, que decidem unir suas famílias.
O casamento é uma das tradições mais preservadas entre os ciganos, representa a continuidade da raça, por isso o casamento com os não ciganos não é permitido em hipótese alguma. Quando isso acontece a pessoa é excluída do grupo.
É pelo casamento que os ciganos entram no mundo dos adultos. Os noivos não podem Ter nenhum tipo de intimidade antes do casamento. Quando o casamento acontece, durante três dias e três noites, os noivos ficam separados dando atenção aos convidados, somente na terceira noite é que podem ficar pela primeira vez a sós. Mesmo assim, a grande maioria dos ciganos no Brasil, ainda exigem a virgindade da noiva. A noiva deve comprovar a virgindade através da mancha de sangue do lençol que é mostrada a todos no dia seguinte. Caso a noiva não seja virgem, ela pode ser devolvida para os pais e esses terão que pagar uma indenização para os pais do noivo.
No caso da noiva ser virgem, na manhã seguinte do casamento ela se veste com uma roupa tradicional colorida e um lenço na cabeça, simbolizando que é uma mulher casada. Durante a festa de casamento, os convidados homens, sentam ao redor de uma mesa no chão e com um pão grande sem miolo, recebem dos os presentes dos noivos em dinheiro ou em ouro.
Estes são colocados dentro do pão ao mesmo tempo em que os noivos são abençoados. Em troca recebem lenços e flores artificiais para a mulheres. Geralmente a noiva é paga aos pais em moedas de ouro, a quantidade é definida pelo pai da noiva.


MÚSICA E DANÇA
Quando os ciganos deixaram o Egito e a Índia, eles passaram pela Pérsia, Turquia, Armênia, chegando até a Grécia, onde permaneceram por vários séculos antes de se espalharem pelo resto da Europa.
A influência trazida do oriente é muito forte na música e na dança cigana. A música e a dança cigana possuem influência hindu, húngaro, russo, árabe e espanhol. Mas a maior influência na música e na dança cigana dos últimos séculos é sem dúvida espanhola, refletida no ritmo dos ciganos espanhóis que criaram um novo estilo baseado no flamenco.
Alguns grupos de ciganos no Brasil conservam a tradicional música e dança cigana húngara, um reflexo da música do leste europeu com toda influência do violino, que é o mais tradicional símbolo da música cigana. Liszt e Beethoven buscaram na música cigana inspiração para muitas de suas obras.
Tanto a música como a dança cigana sempre exerceram fascínio sobre grandes compositores, pintores e cineastas. Há exemplos na literatura, na poesia e na música de Bizet, Manuel de Falla e Carlos Saura que mostram nas suas obras muito do mistério que envolve a arte, a cultura e a trajetória desse povo.
No Brasil, a música mais tocada e dançada pelos ciganos é a música Kaldarash, própria para dançar com acompanhamento de ritmo das mãos e dos pés e sons emitidos sem significação para efeito de acompanhamento. Essa música é repetida várias vezes enquanto as moças ciganas dançam.


MORTE
Os ciganos acreditam na vida após a morte e seguem todos os rituais para aliviar a dor de seus antepassados que partiram. Costumam colocar no caixão da pessoa morta uma moeda para que ela possa pagar o canoeiro a travessia do grande rio que separa a vida da morte.
Antigamente costumava-se enterrar as pessoas com bens de maior valor, mas devido ao grande número de violação de túmulos este costume teve que ser mudado. Os ciganos não encomendam missa para seus entes queridos, mas oferecem uma cerimônia com água, flores, frutas e suas comidas prediletas, onde esperam que a alma da pessoa falecida compartilhe a cerimônia e se liberte gradativamente das coisas da Terra.
As cerimônias fúnebres são chamadas "Pomana" e são feitas periodicamente até completar um ano de morte. Os ciganos costumam fazer oferendas aos seus antepassados também nos túmulos.


DITADOS
Vários ditados ciganos em Romanês fazem alusão à benção de gerar filhos:
• "E JULI QUE NAILA CHAVÊ TSHI NAKEU PA TRAIO"
( A mulher que não tem filho passa pela vida e não vive);

• "MAI FALIL IEC CHAU ANDO DJY, DIKÊ IEK GUNÔ PERDO GALBENTSA"
( Mais vale um filho no ventre do que um baú cheio de moedas de ouro);


• "NAI LOVÊ ANDÊ LUMA CAI POTINEL IEC SHAVO"
( Não existe dinheiro no mundo que pague um filho).


Dentro da comunidade cigana, o casal em que um dos dois seja impossibilitado de ter filhos, embora amando-se, a comunidade faz com que se separem, porque o amor que se têm pela perpetuação da raça supera ou abafa qualquer outro sentimento.A família, para o povo cigano, é o seu maior patrimônio.


História de Santa Sara Kali protetora dos ciganos
Conta a lenda que Maria Madalena, Maria Jacobé, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma cigana escrava, foram atirados ao mar, numa barca sem remos e sem provisões.
Desesperadas, as três Marias puseram-se a orar e a chorar. Aí então Sara retira o diklô (lenço) da cabeça, chama por Kristesko (Jesus Cristo) e promete que se todos se salvassem ela seria escrava de Jesus, e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo e à mercê de todas as intempéries, atravessou o oceano e aportou com todos salvos em Petit-Rhône, hoje a tão querida Saintes-Maries-de-La-Mer. Sara cumpriu a promessa até o final dos seus dias.
Sua história e milagres a fez Padroeira Universal do Povo Cigano, sendo festejada todos os anos nos dias 24 e 25 de maio. Segundo Míriam Stanescon - Rorarni (princesa do clã Kalderash), deve ter nascido deste gesto de Sara Kali a tradição de toda mulher cigana casada usar um lenço que é a peça mais importante do seu vestuário: a prova disto é que quando se quer oferecer o mais belo presente a uma cigana se diz: Dalto chucar diklô (Te darei um bonito lenço).
Além de trazer saúde e prosperidade, Sara Kali é cultuada também pelas ciganas por ajudá-las diante da dificuldade de engravidar. Muitas que não conseguiam ter filhos faziam promessas a ela, no sentido de que, se concebessem, iriam à cripta da
Santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer no sul da França, fariam uma noite de vigília e depositariam em seus pés como oferenda um diklô, o mais bonito que encontrassem. E lá existem centenas de lenços, como prova que muitas ciganas receberam esta graça.Para as mulheres ciganas, o milagre mais importante da vida é o da fertilidade porque não concebem suas vidas sem filhos.
Quanto mais filhos a mulher cigana tiver, mais dotada de sorte ela é considerada pelo seu povo. A pior praga para uma cigana é desejar que ela não tenha filhos e a maior ofensa é chamá-la de DY CHUCÔ (ventre seco). Talvez seja este o motivo das mulheres ciganas terem desenvolvido a arte de simpatias e garrafadas milagrosas para fertilidade.

LEI MARIA DA PENHA



Conhecida como Lei Maria da Penha a lei número 11.340 decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006; dentre as várias mudanças promovidas pela lei está o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar. A lei entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006, e já no dia seguinte o primeiro agressor foi preso, no Rio de Janeiro, após tentar estrangular a ex-esposa.
A Lei Maria da Penha,
A lei de combate à violência contra a mulher, está quase 4 anos de vigência. Cabe questionar, afinal, o que se tem a festejar?

Claro que a Lei trouxe grandes avanços. Assim, com o seu nascimento, muitas mudanças ocorreram. Acabou o calvário das mulheres que, depois de registrar queixa na polícia, precisavam ir para as filas da defensoria para só então conseguir, por exemplo, afastar o agressor da casa e obter alimentos.
Agora, registrada a ocorrência perante a autoridade policia, a vítima é ouvida, sendo tomada a termo a representação. A polícia tem que lhe garantir proteção, acompanhá-la ao hospital ou posto de saúde e para submeter-se ao exame de corpo de delito. Também deve fornecer transporte para lugar seguro após a retirada de seus pertences de casa. Ao ser informada de seus direitos, requerendo a mulher a aplicação de alguma medida protetiva, o expediente deve ser encaminhado à justiça no prazo de 48 horas.


Os méritos da lei não são somente esses. A vítima sempre estará acompanhada de defensor. A desistência da representação só pode ser feita perante o juiz em audiência designada para tal fim e com a presença do Ministério Público. Foi criada mais uma hipótese de prisão preventiva, sempre que o agressor descumprir alguma medida protetiva concedida à vítima. Como não mais pode ser aplicada a entrega de cestas básicas ou o pagamento de multa a título de condenação, é possível determinar o comparecimento obrigatório do agressor a programas de recuperação e reeducação.
Mas certamente o grande ganho foi a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. De forma enfática foi afastada a aplicação da Lei dos Juizados Especiais, deixando muito clara a repulsa à forma de como a violência vinha sendo tratada – e mal tratada – pela justiça. Além das ameaças à vítima para desistir da representação, eram forçados acordos e a pena, quando aplicada, era a entrega de cestas básicas. Conclusão: era barato bater na mulher!


Porém, a lei não determinou a criação desses juizados especiais em foram impostos prazos para sua instalação.
Em face da enorme má vontade da justiça em criar esses juizados, sob a surrada alegação de falta de recursos, o fato é que neste um ano foram instalados juizados em pouquíssimos estados e ainda assim, só um nas capitais.
Enquanto não criados, houve o deslocamento da competência para as varas criminais e não para as varas de família. O resultado está sendo desastroso. Os juízes acabam dando preferência aos processos de réus presos. Ao depois, mais afeitos a julgar ações criminais não estão qualificados para aplicar medidas protetivas, que tem natureza familiar.
Diante desse quadro, é forçoso reconhecer que a violência doméstica está em situação muito pior do que estava antes do advento da lei que veio para coibi-la. A responsabilidade é do Poder Judiciário que continua condenando à invisibilidade a agressão contra a mulher, como se fosse uma questão privada, onde a justiça não precisa pôr a colher.


Assim, após um ano de vigência da Lei Maria da Penha pouco se tem a comemorar. Não há a quem dar os parabéns, nesta data querida e, com isso, infelizmente, a violência ainda terá mitos anos de vida!
Maria Berenice Dias
Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul Vice-Presidente Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM


Resumo de Pontos Importantes da Lei 11.340


PONTOS IMPORTANTES
1. Se aplica à violência doméstica que cause morte, lesão, sofrimento físico (violência física), sexual (violência sexual), psicológico (violência psicológica), e dano moral (violência moral) ou patrimonial (violência patrimonial);


1.1.No âmbito da unidade doméstica, onde haja o convívio de pessoas, com ou sem vínculo familiar, inclusive as esporadicamente agregadas;


1.2.No âmbito da família, formada por indivíduos que são ou se consideram aparentados, unidos por laços naturais, por afinidade ou por vontade expressa.


1.3.Em qualquer relação íntima de afeto, na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independentemente de coabitação;
2. Se aplica também às relações homossexuais (lésbicas);
3. A ofendida não poderá entregar intimação ou notificação ao agressor;
4.Quando a agressão praticada for de pessoa estranha, como por exemplo vizinho, prestador de serviço ou médico, continuam os velhos TERMOS CIRCUNSTANCIADOS;
5. Garantir proteção policial, quando necessário, comunicando de imediato ao Ministério Público e ao Poder Judiciário;
6.Informar à ofendida os direitos a ela conferidos;
7. Feito o registro da ocorrência, deverá a autoridade, de imediato:


7.1. Ouvir a ofendida, lavrar o boletim de ocorrência e tomar arepresentação a termo, se apresentada;
7.2. Colher todas as provas que servirem para o esclarecimento do fato;
7.3. Remeter no prazo de 48 horas expediente apartado ao juiz com o pedido da ofendida, para a concessão de medidas protetivas;
7.4. Expedir guia de exame de corpo de delito e exames periciais;
7.5. Ouvir o agressor e testemunhas;
7.6. Ordenar a identificação do agressor e juntar aos autos sua folha de antecedentes;


8. O pedido da ofendida deverá conter: qualificação da ofendida e do agressor, nome e idade dos dependentes, descrição sucinta do fato e das medidas protetivas solicitadas pela ofendida, e cópia de todos os documentos disponíveis em posse da ofendida;


Recebido da Delegada Angela Regina de Souza LopesIlhéus - Bahia




quinta-feira, 22 de julho de 2010

QUANDO O CÉU DESCEU NA TERRA.

Recebi de um amigo por e-mail e compratilho com vcs.
Obrigada Moacir...

Olhando o céu,
Verás que não estás sozinho,
Que o mundo embora grande, não é assustador,
Que a vida, complexa, é possível vivê-la.

Olhando o céu,
Verás uma grande esperança,
Que o mundo é uma criança,
Que és uma criança.

Olhando o céu,
Verás que se deve sonhar sempre,
Que acreditando nos sonhos,
És capaz de realizá-los.

Olhando o céu,
Verás o pássaro,
Que, invisível, grita a liberdade,
És capaz de vê-lo, ouvi-lo e senti-lo.


Olhando o céu,
Verás uma força imensa existindo em tudo,
Energia que vem para revolver todas as coisas,
Mas que se torna impotente perante nossa liberdade.

Olhando o céu,
Verás que uma vida espera por todos nós,
Mas, para chegar lá,
Temos de viver o agora como se fosse tempo único.

Olhando o céu,
Verás amigos sorrindo,
Verás que, de mãos dadas, é mais fácil viver,
É mais fácil ser humano.

Olhando o céu,
Verás que os momentos da vida
Quando se tornam transcendentes,
Penetram em nosso interior e se eternizam.

Olhando o céu,
Verá a ti mesmo com toda liberdade
E capacidade de amar que possuis.
Voar é possível, mesmo sem asas. Basta sonhar e amar.




Poesia de Moacir Sader

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Momentos que ficam em nós


“Haverá ainda, no mundo, coisas tão simples e tão puras como a água bebida na concha das
mãos.”
(Mário Quintana)


Oi pessoal pra quem me conhece sabe que eu amo o mar, prefiro ficar olhando pra ele, quieta, tranqüila, isso me revigora.É como um carregador de baterias kkkk.Ontem fui a um happy hour do trabalho, nossa gerente regional veio até a nossa filial do banco.
E conversa vai e conversa vem, estávamos falando de Recife, onde comecei a trabalhar neste banco que estou, e comentei sobre a Ilha de Itamaracá, onde além de ter marcado muito uma fase ótima da minha vida, é onde conversava com o mar só por olhares.
E acho que ele me entedia,nunca tive uma visão tão linda quanto aquela.O mar pode ser o melhor dos lugares, o melhor dos divãs, o melhor dos companheiros.

ITAMARACÁ é uma palavra de origem indígena, e tem como significado PEDRA QUE CANTA OU PEDRA SONANTE, tendo como atrações principais: o Pilar, o Forte Orange, o projeto peixe-boi, a
maravilhosa Coroa do avião.



HINO DA ILHA DE ITAMARACÁ

Lua cheia, dize-me ó lua
que mistério pelos ares anda
É o passado que desperta
nas asas de uma ciranda


Mais amor e mais poesia
neste mundo não há, nã há
do que o mar beijando a areia
das praias de Itamaracá


Lua cheia, dize-me ó lua
se já viste uma coisa assim:
toda a ilha é um perfume
da doce manga jasmim.


Lua cheia, dize-me ó lua
porque o forte o tempo não destrói:
cada pedra é uma história
e cada história, um herói.

sábado, 17 de julho de 2010

3 ANOS DE BLOG


Há 3 anos eu escrevia o meu primeiro post neste blog, sem saber como seriam os próximos e quais seriam exatamente os assuntos abordados nele.
Hoje 3 anos depois sei que não tenho atualizado o blog na quantidade prometida , mas estou super feliz em comemorar 3 anos do Blog, neste ano estou passando por muitas mudanças na vida pessoal e profissional, algumas boas e ruins também.
Mas é a vida não é?
Parabéns a todos que acompanham esse blog, e participam de alguma forma.



Ontem em casa, como estou de férias mais numa vez assisti o filme MarleY & Eu - John Grogan
Essa é a história de um nascimento de uma família: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de + de 43 quilos.


Marley era um cão sem igual: arrombava portas, arranhava e escavava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso, muito menos a castração Marley era impulsivo e totalmente sem controle. Mas, apesar de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional.

Aliás, esse não é mais um filme de um cachorro inteligente.
É uma história super bacana sobre amizade e valores.
Pra quem não assistiu é uma boa dica para seu fim de semana.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

»-(¯`v´¯)-»Tudo no Tempo Certo»-(¯`v´¯)-»


Quando plantamos uma roseira, notamos que ela fica dormindo muito tempo no seio da terra, mas ninguém ousa criticá-la, dizendo:
"Você não tem raízes profundas" ou
"Falta entusiamo na sua relação com o campo."
Ao contrário, nós a tratamos com paciência, água e adubo.

Quando a semente se transforma em muda, não passa pela cabeça de ninguém condená-la como frágil, imatura, incapaz de nos brindar imediatamente com as rosas que estamos esperando.
Ao contrário, nos maravilhamos com o processo do nascimento das folhas, seguido dos botões, e, no dia em que as flores aparecem nosso coração se enche de alegria.

Entretanto, a rosa é a rosa desde o momento em que colocamos a semente na terra até o instante em que, passado seu período de esplendor, termina murchando e morrendo.
A cada estágio que atravessa, semente, broto, botão, flor, expressa o melhor de si.


"Também nós, em nosso crescimento e constante mutação, passamos por vários estágios. Devemos aprender a reconhecê-los antes de criticar a lentidão das nossas mudanças"

Uma semana de mudanças em sua vida ...

Mais você


Vi na terça feira dia 13/07/2010 uma matéria em Ana Maria Braga que me chamou a atenção e sei que é uma resposta para minha pergunta!
Repasso para vcs!


A vida lhe coloca onde você escolheu estar...

Nasceste no lar que precisavas.
Vestiste o corpo físico que merecias.
Moras onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com teu adiantamento.
Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas necessidades, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que atraístes, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sobre teu controle.
Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas, tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontade são a chave de teus atos, atitudes são as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivencial.
Não reclames, nem te faças de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograme tua meta,
Busque o bem e viverás melhor.




Francisco Cândido Xavier

quarta-feira, 7 de julho de 2010

AMIZADE


Oi pessoal, aqui estou...


É difícil escrever sobre amigos.

Eu sempre fui uma pessoa comunicativa e verdadeira até demais rsrsrs.Por isso posso contar nos dedos às pessoas que me amam de verdade , me aceitam como sou e que aconteça o que acontecer, mesmo sem ligar, sem se comunicar, essa pessoa estará por perto.

Como eu disse anteriormente, posso contar nos dedos os amigos que tenho e cada um deles sabe disso, não preciso escrever aqui, mas garanto a vocês que cabem em uma só mão rssss. São aqueles que torcem por mim e não só me acompanham em coisas tristes e sim em alegres tb.

Existe um texto de Machado de Assis que diz muito e segue para vcs refletirem!!!


BONS AMIGOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.


Amigo a gente sente!
Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.


Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.

Amigo a gente entende!Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.

Porque amigo sofre e chora.


Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.


Porque amigo é a direção.


Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.

Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.

Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho,

Há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!






Machado de Assis

 


"Quanto mais antiga a árvore, melhor a sua sombra e maior a sua proteção"
Maria de Lourdes Micaldas

AMOR VERDADEIRO


Acho lindo e compartilho com vcs.
 Feliz daquele que tem um amor assim!!!

 
------------------------------------------------------------------------------

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua  vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se os corpos se atraírem loucamente, se a química da pele permanecer antes, durante e depois de fazerem amor ..."UAUUUU..." , acredite: vocês são almas afins.

Se fazer amor for muito mais do que fazer sexo, se o prazer não for só um momento e se depois vocês dormirem abraçados, entrelaçados até amanhecer o dia, aceite: algo de muito importante está acontecendo na sua vida...

Se acordar no meio da noite e sentir vontade de observar a pessoa dormindo, sentir a respiraçao, tentar adivinhar o que ela está sonhando e, neste momento, sentir vontade de beijá-la com carinho, e essa pessoa, mesmo dormindo, retribuir, assim, meio inconsciente, fique feliz: vocês já são um do outro, inteiramente...

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino - o amor.

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro...

Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida...

Se você não consegue dirigir com as duas mãos, porque não pode deixar de tocar a outra pessoa nem por um instante, que incrível: vocês estão correndo perigo e nem se dão conta disso ...

Simplesmente não conseguem se desgrudar...

Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do outro lado...

Se você conseguir adivinhar o que ela comeu no jantar, mesmo sabendo que ela tem dez pratos preferidos...

Se você conseguir saber o que está incomodando a pessoa, mesmo que aparentemente esteja tudo bem...

Se você souber exatamente o momento do filme em que ela vai estar chorando, mesmo sem olhar pra ela...

Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...

Se você não consegue andar pelas ruas, sem deixar

de segurar a mão da outra, mesmo que um poste atravesse os dois ao meio...

Se você consegue ficar somente 15 minutos aborrecido depois de uma briga e terminar tudo somente por meia hora...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela.

Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo: É o amor que chegou na sua vida. É um presente de Deus. É uma dádiva.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.

Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem

deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre-arbítrio.

Por isso, preste atenção nos sinais

Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o AMOR ...

Trecho de "Para não deixar o amor passar"

 
Carlos Drummond de Andrade






Olha a Hora!!!

relojes web gratis