♥ CITAÇÕES DO DIA ♥

terça-feira, 27 de novembro de 2007

<#.´¯¥¯`.Saudade.´¯¥¯`.#>

Quem consegue definir saudades?... Talvez sejam lembranças revividas através de doces pensamentos... Talvez seja um enorme desejo de fazer acontecer novamente o que gostamos de viver e que certamente vamos sentir para sempre saudades...
Realmente é muito difícil colocar em um papel ou escrever aqui, mas que sentimos saudades com certeza sentimos, embora quando a sentimos ficamos com o peito apertado, considero a saudade uma coisa boa... pois ninguém sente saudade de alguma coisa ruim ou de alguma pessoa desagradável, somente das coisas boas e das pessoas que gostamos, logo sentir saudade é a confirmação de que vivemos momentos maravilhosos e conhecemos pessoas espetaculares.A saudade é boa, embora senti-la não seja uma das coisas mais agradáveis!

Quem nunca sentiu uma saudadezinha?

Todo o ser humano que "vive" sente saudades, não importa do que de quem, mas sente... No fundinho sempre sentimos. Não importa do que, mas ela está lá, sempre presente... Muitas vezes, ouço pessoas falarem de um determinado assunto ou pessoa com saudade, o que particularmente acho maravilhoso, mas também ouço pessoas falarem de pessoas e assunto pensando que têm saudades, mas na verdade não vejo como saudade, mas sim uma vontade de voltar ao tempo para poder mudar uma determinada situação. Sabe aquela pessoa que passou por nossas vidas, tanto nos mostrou nos ensinou, por vezes brigou chorou com a gente, e por um motivo qualquer, nunca mais a vimos nunca mais falamos, - e olha que não se falar, hoje, com tanta tecnologia a nosso favor é difícil! Essas pessoas que por qualquer motivo se perderam de nossas vidas, tantas vezes pessoas tão importantes, tão afetuosas tão verdadeiras e tão amigas! Dá uma saudade... Sem falar daquelas que estão tão perto e, na verdade, tão longe. Sentir saudade de pessoas queridas que já se fossem fazem parte de nossas vidas e até mesmo saudável... As recordações... São tão boas! Sentir saudade de nossa infância, da comidinha de nossa infância, de nossa escola de nossas professoras, sentir saudade de nossa adolescência - sem querer mudá-la... Aqui falamos de saudade não de reparações nem de mudanças -, saudade de nossa energia de nossa ideologia... É muito vivo em nossas vidas. Sentir saudade de uma irmã que mora longe... Das situações que viviam com ela... Sentir saudade de um amor de adolescência... Enfim... Saudades...
Saudades da família dos filhos dos amores...Por fim, penso que devemos sempre que possível matar a saudades.
Segue para vcs uma breve definição coletada pela net.
Bjs
E até a próxima!


Saudade é uma das palavras mais presentes na poesia de amor da língua portuguesa e também na música popular, "saudade", só conhecida em galego-português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.

Segundo Bess Sondel, as palavras podem suscitar todas as emoções; pasmo, terror, nostalgia, pesar... As palavras podem desmoralizar uma pessoa até a apatia ou espicaçá-la até o deleite, podem exaltá-la a extremos de experiência espiritual e estética. As palavras têm um poder assustador. E tudo isso é muita verdade, não acredito haja alguém que duvide. As palavras têm uma força, uma resistência, um poder que suplantam quase tudo que existe no mundo. Passam exércitos, passam impérios, passam repúblicas, mas as palavras não passam. Elas são permanentes, mais firmes do que os granitos dos palácios e dos monumentos. as palavras de Sócrates, escritas por intermédio de Platão, suplantaram todos os governos gregos e suas obras militares ou civis. Passarão as pirâmides e a esfinge do Egito, mas as palavras do "Livro dos Mortos" não desaparecerão.Deve ser por isso que nós dispomos, na Língua Portuguesa, de uma palavra que não tem igual no mundo em sentido, em significado, em força, tanto no aspecto denotativo (se isso é possível!) como no conotativo. É a palavra saudade, de origem tão obscura como o fundo dos mares portugueses, tão misteriosa como a virgindade das selvas brasileiras, ou tão cheia de calor como as terras de Angola ou Moçambique, também de linguajar lusitano.De onde veio realmente o vocábulo saudade? Do latim solitate (soledade, solidão)? Do árabe saudah? Dos arcaísmos soydade, suydade? Até Antenor Nascentes, que foi nosso melhor estudioso da etimologia, não é convincente na explicação da origem. Influência da palavra saúde, como pode parecer uma analogia fonética? Dificilmente.Não sendo possível definir a matriz de onde sai esta filha tão grata a todos nós, resta-nos apenas a satisfação e a honra de tê-la em nosso vocabulário, sem o perigo de competição por parte de qualquer língua de dentro ou de fora de nossa família latina. O francês solitude está longe de ter o mesmo significado. Mesmo do esperanto (re)sopiro e rememoro estão longe de alcançar nossa expressividade. São termos que passam a quilômetros de distância da riqueza semântica do que usamos.E o que é mesmo saudade? Um sentimento que deve existir no coração de toda criatura humana, seja ela de qualquer raça, de qualquer parte do mundo, seja pobre, seja rica. A saudade não escolhe, não discrimina, não se faz de rogada para existir. Ela vem de mansinho ou vem fortemente, chegando quando menos se espera.
A saudade é amiga da solidão, companheira inseparável do amor, visita invisível da amizade, às vezes pedaço de paixão, em muitos casos suave perfume de momentos de carinho e ternura.Realmente, não é fácil definir o sentimento da saudade. E é talvez por isso que ela só exista, como palavra, na Língua Portuguesa, na mística do povo de nossa raça, principalmente no brasileiro, esta maravilhosa mistura de sangue tropical, fruto de três origens: a branca, a negra e a tupi. Saudade é dor que sufoca o coração e alegra a alma. Saudade é presença do ausente, é lembrança do bem-querer, um doce convívio com a distância, uma alegre e agradável tristeza do ver-não-vendo, do amar sem o objeto do amor...

...SAUDADE É A SÉTIMA...
Veja a lista completa das dez palavras consideradas de mais difícil tradução:
1. "Ilunga" (tshiluba) - uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez.
2. "Shlimazl" (ídiche) - uma pessoa cronicamente azarada.
3. "Radioukacz" (polonês) - pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro.
4. "Naa" (japonês) - palavra usada apenas em uma região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém.
5. "Altahmam" (árabe) - um tipo de tristeza profunda.
6. "Gezellig" (holandês) - aconchegante.
7. Saudade (português)
8. "Selathirupavar" (tâmil, língua falada no sul da Índia) - palavra usada para definir um certo tipo de ausência não-autorizada frente a deveres.
9. "Pochemuchka" (russo) - uma pessoa que faz perguntas demais.
10. "Klloshar" (albanês) - perdedor.

E PARA FINALIZAR...

...Saudade não quer dizer que estamos separados mas sim que um dia estivemos juntos!!!
Lembre-se disso!!!

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

QUEM NÃO QUER??? EU QUERO!!!!Rsssss

Certezas
Não quero alguém que morra de amor por mim...
Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.
Não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame não me importando com que intensidade.
Não tenho a pretensão de que todas as pessoas que gosto, goste de mim...
Nem que eu faça a falta que elas me fazem, o importante pra mim é saber que eu, em algum momento, fui insubstituível...
E que esse momento será inesquecível...
Só quero que meu sentimento seja valorizado.
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre...
E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor.

Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém... e poder ter a absolu
ta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto.
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona, que dê valor ao que realmente importa que seja meu sentimento... e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude, para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer, quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe...
Que ele é superior ao ódio e ao rancor, e que não existe vitória sem
humildade e paz.

Quero poder acreditar que mesmo se hoje eu fracassar, amanhã será outro dia, e se eu não desistir dos meus sonhos e propósitos, talvez obtenha êxito e serei plenamente feliz.
Que eu nunca deixe minha esperança ser abalada por palavras pessimistas...
Que a esperança nunca me pareça um NÃO que a gente teima em maquiá-lo de verde e entendê-lo como SIM.

Quero poder ter a liberdade de dizer o que sinto a uma pessoa, de poder dizer a alguém o quanto ele é especial e importante pra mim, sem ter de me preocupar com terceiros...
Sem correr o risco de ferir uma ou mais pessoas com esse sentimento. Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão...
Que o amor existe que vale a pena se doar às amizades a as pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... E que valeu a pena.

Mário Quintana

☆ Oiiiii Pessoallll ☆

Tenho essa frase no meu Orkut e quis dividi-la com vcs!
Bjs e uma sexta feira M A R A V I L H O S A!



εïз O mal das pessoas é querer achar explicação para tudo. Para o que se sente para o que se pensa cada gesto e cada palavra... Não há palavras que substituam gestos. Os olhos e as mãos dizem muito mais. Saber onde colocar o foco de nossos esforços é metade do que é necessário para concretizar o sonho perseguido. O pior dos defeitos é imaginar-se isento deles. O que a lagarta chama de fim do mundo, o mestre chama de borboleta. εïз

terça-feira, 20 de novembro de 2007

☻♥♦ Vєя∂α∂єιяα Lιçãσ☻♥♦

Olá pessoal estava meio ausente.
Ausente até comigo mesma rsssss.
Mas voltei à ativa bjs pra vcs!
E até a próxima...

O pacote de Bolacha
Uma moça estava a espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto.
Como ela deveria esperar por muitas horas, resolveu comprar um livro para passar o tempo. Comprou, também, um pacote de bolachas.

Sentou-se numa poltrona, na sala Vip do aeroporto, para que pudesse descansar e ler em paz.
Ao lado da poltrona onde estava o saco de bolachas sentou-se um homem, que abriu uma revista e comecou a ler.
Quando ela pegou a primeira bolacha, o homem também pegou uma. Sentiu-se indignada mas não disse nada.
Apenas pensou: "Mas que cara de pau! Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho, para que ele nunca mais esquecesse desse atrevimento !! " A cada bolacha que ela pegava , o homem também pegava uma.

Aquilo a foi deixando indignada, mas não conseguia reagir.
Quando restava apenas uma bolacha, ela pensou: "Ah... o que esse abusado vai fazer agora?" Então, o homem dividiu a última bolacha ao meio, deixando a outra metade para ela.
Ah!! Aquilo era demais!! Ela estava bufando de raiva!! Então, ela pegou seu livro e suas coisas e se dirigiu ao local de embarque.
Quando ela se sentou, confortavelmente, numa poltrona, já no interior do avião, olhou dentro da bolsa para pegar alguma coisa; e, para sua surpresa, o seu pacote de bolachas estava lá, ainda estava intacto,fechadinho!!!
Ela sentiu tanta vergonha! Ela percebeu que a errada era ela...
Ela havia se esquecido que suas bolachas estavam guardadas em sua bolsa.
O homem havia dividido as bolachas dele sem se sentir indignado, nervoso ou revoltado. Enquanto ela tinha ficado muito transtornada, pensando estar dividindo a dela com ele. E já não havia mais tempo para se explicar... nem pedir desculpas!!
Quantas vezes, em nossa vida, nós é que estamos comendo a "bolacha" dos outros, e não temos consciência disso! Antes de concluir, observe melhor! Talvez as coisas não sejam exatamente como pensa !
Não pense o que não sabe sobre as pessoas...
Existem 4 coisas que não se recuperam:
A pedra... depois de atirada!!
A palavra... depois de proferida!!
A ocasião... depois de perdida!!
E o tempo... depois de passado!!

#TUDO O QUE HOJE PRECISO REALMENTE SABER#


Tudo o que hoje preciso realmente saber, sobre como viver, o que fazer e como ser, eu aprendi no jardim de infância.

A sabedoria não se encontrava no topo de um curso de pós-graduação, mas no montinho de areia da escola de todo dia.


Estas são as coisas que aprendi:
1. Compartilhe tudo;
2. Jogue dentro das regras;

3. Não bata nos outros;
4. Coloque as coisas de volta onde pegou;
5. Arrume sua bagunça;
6. Não pegue as coisas dos outros;
7. Peça desculpas quando machucar alguém;
8. Lave as mãos antes de comer e agradeça a Deus antes de deitar;
9. Dê descarga; (esse é importante)
10. Biscoitos quentinhos e leite fazem bem para você;
11. Respeite o outro;
12. Leve uma vida equilibrada: aprenda um pouco, pense um pouco... desenhe... pinte... cante... dance... brinque... trabalhe um pouco todos os dias;
13. Tire uma soneca a tarde; (isso é muito bom)
14. Quando sair, cuidado com os carros;
15. Dê a mão e fique junto;
16. Repare nas maravilhas da vida;
17. O peixinho dourado, o hamster, o camundongo branco e até mesmo a sementinha no copinho plástico, todos morrem... nós também.


Pegue qualquer um desses itens, coloque-os em termos mais adultos e sofisticados e aplique-os à sua vida familiar, ao seu trabalho, ao seu governo, ao seu mundo e vai ver como ele é verdadeiro claro e firme.
Pense como o mundo seria melhor se todos nós, no mundo todo, tivéssemos biscoitos e leite todos os dias por volta das três da tarde e pudéssemos nos deitar com um cobertorzinho para uma soneca.
Ou se todos os governos tivessem como regra básica devolver as coisas ao lugar em que elas se encontravam e arrumassem a bagunça ao sair.

Ao sair para o mundo é sempre melhor darmos as mãos e ficarmos juntos. É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão.



"O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem souber ver'. "Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele." Provérbios 22:6

domingo, 11 de novembro de 2007

???PERIPATÉTICO???


Olá pessoal, para terminar esse domingo deixo aqui uma opinião que vale à pena.
Existem pessoas assim, eu como pergunto tudo e não tenho vergonha, apenas somo a sabedoria de pessoas para a minha aprendizagem de vida!


Você sabe o que quer dizer peripatético?
E quando você não sabe o que significa uma palavra o que faz: pergunta para quem sabe, consulta o dicionário, finge que sabe?


A maioria de nós, quase sempre, opta pela terceira forma: finge que sabe, fala como quem sabe, mas não pergunta, nem se informa.
Afinal, ninguém deseja que o outro descubra que ele não sabe.

Numa reunião de treinadores voluntários em uma empresa, discutia-se a melhor fórmula de ministrar um curso para 200 funcionários.
Depois de uma explosão de idéias, alguém propôs que se utilizasse um trecho do Sermão da Montanha como tema do evento.
Nesse instante, o professor do grupo que, até então, se mantivera calado, fez a observação:

Jesus era peripatético.
Um silêncio constrangedor, uma troca de olhares entre os participantes se fez de imediato.
Antes que alguém pudesse dizer algo, o professor foi chamado para atender um pedido do Departamento de Recursos Humanos.
Mal ele saiu da sala, as manifestações se fizeram:
Que comentário de mau gosto! – disse um.
De absoluta falta de respeito! – falou outro.
Alguém argumentou que talvez o professor tivesse suas razões. Talvez ele fosse ateu e não quisesse misturar religião com treinamento.
Mas devia respeitar a religiosidade dos outros! – vociferou alguém.
Durante dez minutos, cheios de fúria, os componentes do grupo malharam o professor.

Quando ele retornou, olhares hostis o receberam. Contudo, ele estava tão bem que foi logo dizendo:
Então, acredito que tenhamos resolvido como fazer o treinamento.
Separamos os funcionários em grupos de 20 e cada um de vocês vai fazer a apresentação mais de uma vez.

Alguém ousou falar:
Professor, veja bem, esse negócio de peripatético. ..
É isso mesmo, completou ele. Foi daí que me veio a idéia. Jesus se locomovia para fazer pregações, como os filósofos também faziam, ao orientar seus discípulos.

Jesus foi o Mestre dos mestres, portanto a sugestão de usar o Sermão da Montanha foi muito feliz. Teríamos uma bela mensagem moral e o deslocamento físico...
Mas que cara é essa? Peripatético quer dizer "o que ensina caminhando."
Todos se entreolharam, corados de vergonha. Nenhum d
eles sabia o significado da palavra.
Encolhidos, se deram conta que seu orgulho era maior do que a vontade de aprender. Aprender para ensinar.

Teria sido suficiente um deles ter tido a humildade de confessar que desconhecia a palavra. Os demais concordariam e tudo se resolveria com uma simples consulta ao dicionário.

Pense nisso!
O fato de todos estarem de acordo a respeito de alguma coisa não transforma o falso em verdadeiro.
Informe-se.
Nunca se esquive do aprendizado, não tenha vergonha de perguntar, indagar, questionar.
E pesquise, leia, nunca se permita estacionar na escalada do conhecimento.

E, finalmente, lembre: a sabedoria tende a provocar discórdia, mas a ignorância é quase sempre unânime.
Pense de que lado você prefere ficar.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

** Jєѕυѕ Cяιѕтσ **

Olá pessoal, essa mensagem por mais curta que seja diz muita coisa!
Bjs e até a próxima.

O maior Homem da História, JESUS CRISTO, não teve nenhum empregado,no entanto chamaram-no Soberano.
Não teve nenhum diploma, no entanto
chamaram-no professor.


Não tinha nenhum medicamento, no entanto
chamaram-no Doutor.
Não teve nenhum exército, no entanto os reis

temeram-no.
Não ganhou nenhuma batalha militar, no entanto conquistou
o mundo.
Não cometeu nenhum crime, no entanto o crucificaram.
Foi enterrado num túmulo, no entanto vive hoje.
Sinto-me honrada por servir tal chefe que me Ama!

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna
João 3:16


"Às vezes, quando tudo dá errado acontecem coisas tão maravilhosas
que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo"


domingo, 4 de novembro de 2007

εïз O porquinho e a borboleta εïз

Olá pessoal, esse texto é magnífico...
Para quem me conhece de verdade sabe que eu amo borboletas.
Eu adorei, espero que gostem também!
Bjs e um bom domingo para todos vcs!

Ele estava lá... cuidando de seu mundo, na sua calma característica.
Ele via as cores e sabia exibi-las como ninguém, mas ainda não tinha encontrado a cor certa pra sua vida. Não conseguia tirar os pés do chão.
Andava muito... observava tudo, mas não sabia voar.
Isso lhe fazia falta, mas ele ainda não havia se dado conta.
Ela também cuidava do seu mundo, mas de um modo diferente.
Agitada... voava sem parar...flor em flor...tudo era divertido...nada era pra sempre.
Havia acabado de aprender que a vida é única e curta e queria viver intensamente...
Com pressa de conhecer tudo e todos.
Sua vida era colorida como suas asas, mas ninguém conseguia admirar suas cores... ela não permitia...não se permitia...ela não tinha tempo.
A calma lhe fazia falta, mas ela ainda não havia se dado conta.
Pela lógica, porco e borboleta... seres tão diversos...nunca se encontrariam, afinal eles nada têm em comum.
Calma e inquietação... Fogo e água... céu e terra...aparentemente, nada mesmo em comum.
Até que um dia a curiosa borboleta avistou ao longe um colorido diferente.
Eram as cores que o porco tão encantadoramente exibia ao mundo.
E ela chegou perto... olhou com cuidado...e quis conhecer o artista dono daquele dom tão incrível de colorir o mundo.
O porquinho, por sua vez, achou estranho um ser tão colorido ver graça nas cores que ele achava tão sem graça. Estranhou tanto que quis entender o que a borboleta tinha visto de tão diferente naquilo que, para ele, era tão comum.E assim eles começaram a se aproximar.
A borboleta, ainda agitada, tentava fazer o porco entender tudo na velocidade das suas asas.

O porco, na mais completa calmaria, tentava fazer com que a borboleta pousasse por um instante para que ele pudesse se fizer entender.Aos poucos eles foram se conhecendo... hábitos...gostos...vontades. Foram descobrindo seus medos... seus sonhos...suas vontades.
O porco foi percebendo que, se ele tivesse as asas da borboleta, poderia conhecer um mundo diferente do seu canto.
A borboleta começou a sentir necessidade de um pouco da calma do porquinho, pois talvez assim ela pudesse entender o mundo por onde ela voava.
Não foi preciso muito tempo para que um começasse a sentir falta do outro.
Ela sempre voava perto dele... ele sempre voltava os olhos na direção dela.
Estavam se tornando necessários.
Então, sem que se dessem conta, já voavam e descansavam juntos.
A borboleta ensinou o porquinho a voar no seu mundo... o porquinho a ensinou a observar a beleza de tudo por onde ela passava....e a se deixar observar.
Hoje porco e borboleta ainda não conseguem se tocar...mas suas almas já se tocaram e se unificaram. Hoje eles são um só.
Ainda não se sabe se viraram um porquinho com asas coloridas ou uma borboleta de rabinho enrolado e focinho de tomada.
Mas quem os conhece sabe que se tornaram seres infinitamente felizes e completos... pra sempre...seja lá qto tempo seja o 'sempre'.

[Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre]

O AMOR VERDADEIRO MORRE?

Pra mim o verdadeiro amor nunca morre!

“... O verdadeiro AMOR não morre nunca, porque ele adormece nos braços da ESPERANÇA.” Amor não morre, apenas "repousa nas cinzas adormecidas”...

Basta um leve sopro para que desperte.
Com todo e o mesmo calor de antes.
O Amor não discute, argumenta.

O Amor, não briga, fala.
O Amor não se pede, se conquista.

O Amor não acaba se começa.
O Amor não morre, renasce.
O AMOR NÃO TEM FIM, TEM HISTÓRIA...
O Amor é o mais nobre dos sentimentos...


Amar alguém é um sentimento tão sublime, que nem temos palavras para expressar este fenômeno da natureza.
O verdadeiro amor suporta tudo, às vezes sofre calado.

Só não sofreu por Amor quem nunca teve alguém para amar.


Sabemos que no mundo não tem ninguém sem amar, sem ter amor.

Quem tem amor escondido nas dobras do coração, pode perder os sentidos, mas nunca a ilusão. Amor tudo sofre, tudo padece, tudo suporta, tudo se espera, mas tudo se alcança. CERTAMENTE!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

(`“•.¸O LIVRO MAIS PRÓXIMO¸.•“´)

Um amigo meu há muito tempo atrás me abraçou com um livro chamado "Carícia Essencial" autor Roberto Shinyashiki, e fez-me o seguinte desafio:

1ºPegar no livro mais próximo.
2º Abrí-lo na página 161.
3ºProcurar a quinta frase completa.
4ºTranscrever a referida frase no caderno.

5ºNão vale escolher a melhor frase nem o melhor livro.
6ºFinalmente passar o desafio a cinco pessoas.

O livro é...Memórias de uma Gueixa

O autor é...Arthur Golden

5ºfrase é... "Se lhe deres a menor pista, ficarás surpreendida pela quantidade de coisas que ela pode descobrir sozinha."


E para continuar o desafio, faça hoje você também. Vale à pena

(`“•.¸(`“•.¸ Beijos e até ¸.•“´) ¸.•“´)
(¸.•“´(¸.•“´ a próxima `“•.¸)`“ •.¸)

Um pouco mais sobre Memórias de uma Gueixa.

Em 1929, uma japonesa órfã chamada Chiyo sai de uma vila de pesca e é vendida para uma mulher que prepara futuras gueixas. As garotas passam a vida sendo educadas como cortesãs e depois precisam pagar a dívida com os donos. Elas vendem a própria virgindade a um homem rico e aquela com o maior dote ganha fama sociedade. Quando vai para a cidade, a pequena Chiyo (destaque para seus olhos azuis) é separada da irmã, único membro restante da família.


A revolta toma conta da jovem e ela planeja, por muitas vezes, fugir. Quando descoberta, é maltratada pelos donos e, principalmente por Hatsumomo, uma gueixa invejosa e que alimenta ódio e ciúmes.
A garota não consegue enxergar nada de bom em se transformar gueixa, mas sua opinião muda

completamente quando conhece "O Presidente", um rico empresário que vive rodeado por lindas cortesãs. A partir daí, ela se empenha em voltar a reencontrá-lo e conquistá-lo.

Certo dia, uma das gueixas mais poderosas do Japão, Mameha, propõe transformar Chiyo - então com 15 anos - numa lenda. Em poucos meses, a jovem precisa aprender a arte de entreter o sexo oposto. É dançarina, cantora, instrumentista treinada e com apenas um olhar, é capaz de paralisar quem passa em seu caminho. Quando se torna completa, recebe o nome de Sayuri e conquista o homem mais poderoso de seu tempo. Mas terá de lidar com a fúria de Hatsumomo e com o segredo de amar "O Presidente", que não poderá ser seu, pois uma das leis de uma gueixa é nunca se apaixonar.


Memórias de Uma Gueixa é baseado no romance internacionalmente aclamado de Arthur Golden, que vendeu mais de quatro milhões de cópias em inglês e foi traduzido para 32 línguas. O filme é uma produção de Steven Spielberg e tem como diretor Rob Marshall, o mesmo do musical Chicago. A produção causou polêmica no Japão, que acharam inaceitável uma atriz chinesa no papel de uma gueixa. A história, na verdade, provocou os japoneses muito antes de virar filme. Mineko Iwasaki, a principal inspiração para o livro, processou o autor por não manter sua privacidade, depois que ele descreveu a "mizuage", que é a venda da virgindade de uma jovem gueixa a quem der o lance mais alto, de maneira fantasiosa demais. O longa faturou o Oscar 2006 nas categorias Melhor Figurino, Melhor Direção de Arte e Melhor Fotografia.

# MENSAGEM #

Olá pessoal,
Recebi essa mensagem hoje e publico aqui.
Adoreiiiiiiii.
Imagem e frase sem autor.
Bjssss



"...Não importa se a mulher é bonita ou feia, no fundo, é sempre uma bruxa...Ela se transformará de acordo com a forma que você a tratar..."

Olha a Hora!!!

relojes web gratis