♥ CITAÇÕES DO DIA ♥

terça-feira, 27 de novembro de 2007

<#.´¯¥¯`.Saudade.´¯¥¯`.#>

Quem consegue definir saudades?... Talvez sejam lembranças revividas através de doces pensamentos... Talvez seja um enorme desejo de fazer acontecer novamente o que gostamos de viver e que certamente vamos sentir para sempre saudades...
Realmente é muito difícil colocar em um papel ou escrever aqui, mas que sentimos saudades com certeza sentimos, embora quando a sentimos ficamos com o peito apertado, considero a saudade uma coisa boa... pois ninguém sente saudade de alguma coisa ruim ou de alguma pessoa desagradável, somente das coisas boas e das pessoas que gostamos, logo sentir saudade é a confirmação de que vivemos momentos maravilhosos e conhecemos pessoas espetaculares.A saudade é boa, embora senti-la não seja uma das coisas mais agradáveis!

Quem nunca sentiu uma saudadezinha?

Todo o ser humano que "vive" sente saudades, não importa do que de quem, mas sente... No fundinho sempre sentimos. Não importa do que, mas ela está lá, sempre presente... Muitas vezes, ouço pessoas falarem de um determinado assunto ou pessoa com saudade, o que particularmente acho maravilhoso, mas também ouço pessoas falarem de pessoas e assunto pensando que têm saudades, mas na verdade não vejo como saudade, mas sim uma vontade de voltar ao tempo para poder mudar uma determinada situação. Sabe aquela pessoa que passou por nossas vidas, tanto nos mostrou nos ensinou, por vezes brigou chorou com a gente, e por um motivo qualquer, nunca mais a vimos nunca mais falamos, - e olha que não se falar, hoje, com tanta tecnologia a nosso favor é difícil! Essas pessoas que por qualquer motivo se perderam de nossas vidas, tantas vezes pessoas tão importantes, tão afetuosas tão verdadeiras e tão amigas! Dá uma saudade... Sem falar daquelas que estão tão perto e, na verdade, tão longe. Sentir saudade de pessoas queridas que já se fossem fazem parte de nossas vidas e até mesmo saudável... As recordações... São tão boas! Sentir saudade de nossa infância, da comidinha de nossa infância, de nossa escola de nossas professoras, sentir saudade de nossa adolescência - sem querer mudá-la... Aqui falamos de saudade não de reparações nem de mudanças -, saudade de nossa energia de nossa ideologia... É muito vivo em nossas vidas. Sentir saudade de uma irmã que mora longe... Das situações que viviam com ela... Sentir saudade de um amor de adolescência... Enfim... Saudades...
Saudades da família dos filhos dos amores...Por fim, penso que devemos sempre que possível matar a saudades.
Segue para vcs uma breve definição coletada pela net.
Bjs
E até a próxima!


Saudade é uma das palavras mais presentes na poesia de amor da língua portuguesa e também na música popular, "saudade", só conhecida em galego-português, descreve a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.

Segundo Bess Sondel, as palavras podem suscitar todas as emoções; pasmo, terror, nostalgia, pesar... As palavras podem desmoralizar uma pessoa até a apatia ou espicaçá-la até o deleite, podem exaltá-la a extremos de experiência espiritual e estética. As palavras têm um poder assustador. E tudo isso é muita verdade, não acredito haja alguém que duvide. As palavras têm uma força, uma resistência, um poder que suplantam quase tudo que existe no mundo. Passam exércitos, passam impérios, passam repúblicas, mas as palavras não passam. Elas são permanentes, mais firmes do que os granitos dos palácios e dos monumentos. as palavras de Sócrates, escritas por intermédio de Platão, suplantaram todos os governos gregos e suas obras militares ou civis. Passarão as pirâmides e a esfinge do Egito, mas as palavras do "Livro dos Mortos" não desaparecerão.Deve ser por isso que nós dispomos, na Língua Portuguesa, de uma palavra que não tem igual no mundo em sentido, em significado, em força, tanto no aspecto denotativo (se isso é possível!) como no conotativo. É a palavra saudade, de origem tão obscura como o fundo dos mares portugueses, tão misteriosa como a virgindade das selvas brasileiras, ou tão cheia de calor como as terras de Angola ou Moçambique, também de linguajar lusitano.De onde veio realmente o vocábulo saudade? Do latim solitate (soledade, solidão)? Do árabe saudah? Dos arcaísmos soydade, suydade? Até Antenor Nascentes, que foi nosso melhor estudioso da etimologia, não é convincente na explicação da origem. Influência da palavra saúde, como pode parecer uma analogia fonética? Dificilmente.Não sendo possível definir a matriz de onde sai esta filha tão grata a todos nós, resta-nos apenas a satisfação e a honra de tê-la em nosso vocabulário, sem o perigo de competição por parte de qualquer língua de dentro ou de fora de nossa família latina. O francês solitude está longe de ter o mesmo significado. Mesmo do esperanto (re)sopiro e rememoro estão longe de alcançar nossa expressividade. São termos que passam a quilômetros de distância da riqueza semântica do que usamos.E o que é mesmo saudade? Um sentimento que deve existir no coração de toda criatura humana, seja ela de qualquer raça, de qualquer parte do mundo, seja pobre, seja rica. A saudade não escolhe, não discrimina, não se faz de rogada para existir. Ela vem de mansinho ou vem fortemente, chegando quando menos se espera.
A saudade é amiga da solidão, companheira inseparável do amor, visita invisível da amizade, às vezes pedaço de paixão, em muitos casos suave perfume de momentos de carinho e ternura.Realmente, não é fácil definir o sentimento da saudade. E é talvez por isso que ela só exista, como palavra, na Língua Portuguesa, na mística do povo de nossa raça, principalmente no brasileiro, esta maravilhosa mistura de sangue tropical, fruto de três origens: a branca, a negra e a tupi. Saudade é dor que sufoca o coração e alegra a alma. Saudade é presença do ausente, é lembrança do bem-querer, um doce convívio com a distância, uma alegre e agradável tristeza do ver-não-vendo, do amar sem o objeto do amor...

...SAUDADE É A SÉTIMA...
Veja a lista completa das dez palavras consideradas de mais difícil tradução:
1. "Ilunga" (tshiluba) - uma pessoa que está disposta a perdoar quaisquer maus-tratos pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez.
2. "Shlimazl" (ídiche) - uma pessoa cronicamente azarada.
3. "Radioukacz" (polonês) - pessoa que trabalhou como telegrafista para os movimentos de resistência o domínio soviético nos países da antiga Cortina de Ferro.
4. "Naa" (japonês) - palavra usada apenas em uma região do país para enfatizar declarações ou concordar com alguém.
5. "Altahmam" (árabe) - um tipo de tristeza profunda.
6. "Gezellig" (holandês) - aconchegante.
7. Saudade (português)
8. "Selathirupavar" (tâmil, língua falada no sul da Índia) - palavra usada para definir um certo tipo de ausência não-autorizada frente a deveres.
9. "Pochemuchka" (russo) - uma pessoa que faz perguntas demais.
10. "Klloshar" (albanês) - perdedor.

E PARA FINALIZAR...

...Saudade não quer dizer que estamos separados mas sim que um dia estivemos juntos!!!
Lembre-se disso!!!

Um comentário:

Anônimo disse...

Tá lindo demais o seu blog, Roberta . E a sua descrição sobre a saudade valeu nota mil.Isso pq sei perfeitamente o quanto você curtiu saudades durante esses 3 anos longe de seus filhos e familia . Agora , o importante é reconstruir o que ficou interrompido . Torcerei sempre pelo seu sucesso. um cheiro, Tchuca

Olha a Hora!!!

relojes web gratis